Sobis e Cavalieri falam sobre a disputa de vaga no time titular do Fluminense

Cristóvão Borges tem tido uma 'boa dor de cabeça' para escolher os jogadores que vão a campo

Por bernardo.argento

Rio - Todo técnico adora ter dor de cabeça pela quantidade de jogadores de qualidade em uma determinada posição. Cristóvão Borges tem passado por isso no Fluminense. Como exemplo, Fred e Walter tem amargado a reserva. Sobis, o titular no ataque, garantiu que todos tem condições de fazer o que o treinador pede quando forem escolhidos.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

"Quem entrar, vai tentar fazer o melhor. Não estava isolado. É um esquema trabalhado, todos chegam. Nosso estilo é bom. Grupo é forte. Hoje fui eu, depois pode ser o Fred, tem o Walter. O Cristóvão é inteligente, faz os treinos de acordo com adversário. E a gente assimila e leva para dentro de campo. Cada jogador deve se encaixar", disse Rafael Sobis, que teve o seu pensamento reiterado pelo goleiro Diego Cavalieri:

"Temos uma disputa sadia. Somos um elenco com 20 e tantos jogadores. O bom dessa disputa é que todos os setores se empenham ao máximo para poder corresponder e é isso que vem acontecendo. Entram e saem jogadores, e o nível da equipe se mantém. Estamos no caminho certo. O campeonato brasileiro é difícil, então, temos de ter um grupo forte", completou.

O Fluminense retorna ao campo nesta quarta-feira para encarar o América-RN, na Arena Dunas, às 22, pela Copa do Brasil.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia