Cristóvão mostra confiança no Fluminense no jogo contra o Cruzeiro

'Temos time para jogar de igual para igual', avisa o treinador

Por fabio.klotz

Rio - Uma resposta à altura diante do líder Cruzeiro. É o que a torcida do Fluminense exige após as precoces eliminações na Copa do Brasil e na Sul-Americana. Confiante em seu trabalho, o técnico Cristóvão Borges promete não fugir à luta. A reação no Brasileiro, no entanto, não é considerada apenas uma obrigação, mas um compromisso do grupo.

Cristóvão Borges mostra confiança no Fluminense para o jogo contra o CruzeiroErnesto Carriço

“Estamos nos preparando bem. A tarefa é difícil. O Cruzeiro está bem no campeonato, mas temos equipe para enfrentá-lo em igualdade. Não tenho dúvida alguma. Com todo o respeito ao Cruzeiro. Tem uma equipe boa, fez uma boa vantagem, mas temos uma equipe para jogar de igual para igual”, afirmou Cristóvão.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

A pressão excessiva incomoda, mas não assusta o comandante tricolor. Em 25 partidas à frente do Fluminense, ele acumula 13 vitórias, três empates e nove derrotas. A diretoria banca sua permanência até o fim da competição e até sugeriu uma prorrogação do vínculo até o fim do mandato do presidente Peter Siemsen, em 2016. Na política do futebol de resultado, um bom resultado sobre o Cruzeiro é fundamental.

“Eu me sinto seguro porque acredito no trabalho que faço. Isso me afeta porque às vezes atrapalha e tem instabilidade de ambiente, a atmosfera que se cria. Mas acredito no grupo que tenho e no meu trabalho. Então isso não mexe comigo”, justificou.

Não será contra o Cruzeiro que o Fluminense voltará a contar com Diego Cavalieri, Valencia e Rafael Sobis. Mas experiência e qualidade não faltarão com Cícero, Wagner e Conca em ação. Ídolo dos dois clubes, Fred alcançará a marca de 500 partidas como profissional no Maracanã.

“Completarei quinhentos jogos no jogo entre o Fluminense, meu time de coração, e o clube que eu torcia quando criança. Estou muito feliz por atingir essa marca e sou muito grato a todos os times em que atuei. Espero uma grande vitória para colocar o Flu no G-4”, postou Fred em uma rede social.

Para o domingo terminar com um final feliz para os tricolores, ele sabe muito bem o que fazer.

Carlinhos é desfalque

Com um estiramento na coxa esquerda, Carlinhos desfalcará o Fluminense contra o Cruzeiro. O curinga Chiquinho, mais uma vez, será improvisado na lateral esquerda. Poupado contra o Goiás, Wagner, recuperado de dores musculares, voltou a treinar nesta sexta-feira e deve herdar a vaga do próprio Chiquinho no meio de campo.

O goleiro Diego Cavalieri voltou a treinar com bola após duas semanas, mas não deve jogar. Como fará apenas dois treinos, o mais provável é que Klever seja o titular. Recuperado de uma gastroenterite, Cavalieri trabalha a parte física há uma semana. Valencia, Edson e Rafael Sobis iniciaram a transição para a preparação física.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia