Defesa tricolor mais forte na reta final

Com Gum e Marlon, Cristóvão recupera solidez no setor para voltar ao G-4

Por pedro.logato

Rio - Setor carente do Fluminense na temporada, a defesa começa a ganhar reforços caseiros e anima Cristóvão Borges. Embora o treinador não deva contar com Elivélton, devido a uma lesão no púbis, Marlon e Gum estarão à disposição para o clássico de sábado, contra o Botafogo. O primeiro deve começar jogando e o segundo estará no banco. Henrique também já está em fase final de recuperação de cirurgia no joelho direito e será opção a partir da 36ª rodada do Brasileiro.

Gum está se preparando para voltar ao FluDivulgação

Titular nos últimos dois jogos, Elivélton será reavaliado hoje para saber o grau de sua lesão. Por outro lado, Marlon já trabalhou com bola na semana passada e está livre das dores na coxa esquerda. Sua escalação depende do técnico.

Quem também está de volta é o zagueiro Gum. Fora de combate há seis meses, o guerreiro mostrou-se recuperado de uma fratura na perna esquerda e corre contra o tempo para estar em campo.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

“Ele está na fase de se readaptar fisicamente. Ele está bem. Com mais uma semana de treino, vai ficar pronto. E deve ser relacionado”, garantiu o treinador, otimista.

Se a zaga ganha força, as laterais começam a definhar. Carlinhos não foi bem diante do Coritiba e deve perder a vaga para Chiquinho. Do outro lado, Bruno torceu o joelho direito e seu aproveitamento nos treinos da semana dependerão de um exame que será realizado hoje. Se não puder jogar, o volante Rafinha pode ser improvisado na lateral direita. Contratado junto ao Sport, o lateral Renato corre por fora para fazer sua estreia pelo Tricolor.

SUSPENSÃO PARA O ÁRBITRO

Inconformada com a atuação do árbitro Thiago Duarte Peixoto na derrota para o Coritiba, a diretoria do Flu vai enviar uma notícia de infração à Procuradoria do STJD para tentar suspendê-lo. Na opinião do vice de futebol Mário Bittencourt, ele foi conivente com o jogo bruto do Coxa. “O Coritiba foi violento, mas ele deu muito mais amarelos ao Fluminense. No final, Bruno sofreu entrada desleal”, disse o dirigente à Rádio Tupi: “Vamos enviar imagens ao STJD”.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia