Mais Lidas

Fluminense retorna ao batente sem medalhões

Com Fred, Conca e Wagner nos EUA, time se reapresenta hoje apostando em caras novas

Por pedro.logato

Rio - Enquanto Wagner, Conca e Fred curtem os últimos dias de férias prolongadas nos Estados Unidos, os sete reforços anunciados e os demais jogadores se reapresentam hoje de manhã nas Laranjeiras. Com o consentimento da diretoria do Fluminense, o badalado trio se juntará à delegação apenas no sábado, diretamente em Orlando. Na noite de sexta-feira, a delegação segue para a terra do Tio Sam, onde realizará a primeira parte da pré-temporada.

Nos Estados Unidos, o Fluminense participará da Florida Cup, torneio que contará com a participação de Corinthians, e os alemães Bayer Leverkusen e Colônia. Com volta para o Rio prevista para o dia 18, o técnico Cristóvão Borges terá pouco tempo para acertar a equipe para a estreia no Carioca, contra o Friburguense. Em meio ao clima de incerteza sobre a permanência dos medalhões após a saída da Unimed, o comandante espera contar com a força máxima.

Conca e Fred só vão se reintegrar ao elenco nos EUAErnesto Carriço

Diante de uma nova realidade financeira, a diretoria trabalhará com um orçamento de R$ 3,4 milhões por mês em 2015. Número bem distante dos cerca de R$ 7 milhões gastos na campanha do título brasileiro de 2012. Neste cenário, os medalhões darão lugar às apostas. Sem o poder de investimento da antiga parceira, o clube aposta em João Felipe, Victor Oliveira, Guilherme Santos, Giovanni, Vinícius, Marlone e Lucas Gomes. Nas Séries A e B do Brasileiro, a diretoria garimpou reforços com potencial e idade para explodirem ao longo deste ano.

Apesar do litígio com Celso Barros, manda-chuva da Unimed, o presidente Peter Siemsen bate o pé pela manutenção dos astros, que têm a maior parte dos vencimentos paga pela antiga patrocinadora. Caso segure os medalhões, a cúpula tricolor crê que a mescla com os jovens reforços dará resultado a médio prazo.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

“Assinei com o intuito de ganhar títulos, fazer um bom trabalho para poder permanecer no Fluminense ano que vem”, disse Lucas Gomes, ex-Icasa, em entrevista à Rádio Bradesco.

CELSO BARROS ADMITE OFERTA DA CHINA

A passagem de Conca na China deixou saudade. Disposto a contratar o argentino que fez história pelo Guangzhou Evergrande, o Dalian Aerbin vê na crise entre Fluminense e Unimed a chance de contratar o camisa 11. Presidente da antiga patrocinadora do clube, Celso Barros revelou uma conversa com Conca, que admitiu o contato com os chinês.

A proposta pelo argentino é de R$ 21 milhões por um ano de contrato. Montante bem superior aos valores oferecidos por Corinthians, Flamengo e São Paulo. Conca recebe R$ 750 mil no Flu, sendo que R$ 500 mil pagos pela Unimed.

“Conca me surpreendeu. Falei: ‘vai para a China de novo?’ Na primeira vez ele estava querendo voltar, ele é ídolo lá. Cabe agora o Flu concordar”, disse Barros.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia