O mundo encantado do Fluminense

Time aposta nos astros da companhia para vencer o Bayer Leverkusen

Por pedro.logato

Estados Unidos - Ligada à magia, à diversão, Orlando é sinônimo de trabalho para o Fluminense. Na cidade que abriga o fantasioso mundo dos estúdios e parques temáticos da Disney, Diego Cavalieri, Conca, Fred e companhia são a esperança de um ano sem quedas bruscas na montanha russa do futebol brasileiro. Recheado de promessas, o Bayer Leverkusen será o adversário de estreia na Florida Cup, nesta quinta-feira, às 20h (horário de Brasília).

Fluminense entra em campo nesta quinta-feiraDivulgação

Com o fim da parceria com a Unimed, o Tricolor perdeu os milhões de Tio Patinhas, figura representada pelo presidente da antiga patrocinadora. Com contrato em vigência com os principais medalhões, a diretoria tricolor crê na permanência de seus personagens clássicos, casos de Conca, Wagner e Cícero. Pelo salário — R$ 950 mil, o segundo maior do Brasil — Fred é o astro da companhia e faz as vezes do lendário Mickey Mouse. Artilheiro do Brasileiro de 2014, com 18 gols, ele decidiu cumprir seu contrato e ajudar o clube.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

Na nova era tricolor, as parcerias pautaram o ritmo dos reforços. A exemplo da Disney, que presa a seus ‘medalhões’ Pato Donaldo, Branca de Neve e Tico e Teco, entre outros, encontrou no acordo com Pixar e Marvel uma nova forma de lucrar no mundo do entretenimento. Com apostas como Victor Oliveira, Marlone e Lucas Gomes, titular hoje à noite, Cristóvão Borges promete provar que não é nenhum Professor Pardal e que lutará por títulos.

Para não ficar com cara de Pateta, o torcedor dá um voto de confiança à diretoria, desde que os medalhões sejam mantidos. Mas com apenas cinco dias de pré-temporada será difícil cobrar um espetáculo à la Walt Disney.

Siemsen conta com medalhões

Com novas parcerias, o presidente do Fluminense, Peter Siemsen, crê na permanência dos assediados astros do clube após o rompimento com a Unimed, ainda responsável pela maior parte do pagamento do salário de Fred, Conca, Wagner, Walter, Jean, Cícero e Henrique.

“Não é possível garantir que todos os jogadores permanecerão. É normal ter o mercado de transferências. Volto a dizer que o clube está dentro de uma linha que é possível trabalhar com os jogadores. Não necessariamente todos, mas certamente as estrelas estarão, sim, conosco”, disse Siemsen, que pretende anunciar dois novos patrocinadores na próxima semana.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia