Para se recuperar de lesão, Cavalieri recebe visita e apoio de Emicida no Flu

Goleiro conheceu pessoalmente o 'rapper' de quem é fã

Por pedro.logato

Rio - Diego Cavalieri não foi ao gramado treinar, já que faz um trabalho intensivo por conta de uma torção no tornozelo, que aconteceu na última quarta-feira, porém, o goleiro contou com uma visita ilustre nesta sexta-feira. O cantor de rap, Emicida, que faz na noite desta sexta um show na Fundição Progresso, na Lapa, apareceu nas Laranjeiras e foi presenteado com uma camisa do Fluminense.

Emicida marcou presença no Fluminense e ganhou camisaNelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação

"Para mim é uma satisfação muito grande ter conhecido ele pessoalmente. Pela história de vida, um exemplo de batalhador, que acreditou nos sonhos e no dom que tem. Correu atrás de tudo. E pelo fato de ser um gênero de música que curto muito", disse o arqueiro.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

Nascidos em São Paulo, os dois trilharam caminhos diferentes em busca do sucesso. O rapper, que é torcedor do Santos, se mostrou bastante feliz de encontrar o goleiro.

"Diegão é do gueto. Gosta da rima. De música. Do rap. Aproveitei que estou no Rio de Janeiro e vim aqui dar um abraço nele. Acho esse cara muito do bem e tem bom gosto", disse o músico.

Para se recuperar da lesão, Diego Cavalieri vem fazendo tratamento intensivo. "Foi uma torção no tornozelo esquerdo. Ele precisa de tratamento, temos um treino ainda neste sábado em Chapecó, acho que ele não vai deixar de jogar domingo. Tem boa recuperação. Acredito que vá sim para o jogo. Tudo dependerá do treino de amanhã", afirmou o coordenador médico, Dr. Douglas Santos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia