Fluminense aposta na defesa como o melhor ataque para vencer o Flamengo

Levir Culpi ainda tem dúvida sobre a escalação do Flu, mas avisa que vai partir para cima do Fla neste domingo

Por edsel.britto

Rio - Levir Culpi ainda está com a cabeça cheia de dúvidas em relação à formação ideal para o Fluminense, mas de uma convicção ele não abre mão para armar o time: a filosofia ofensiva. Para encarar o Flamengo, amanhã, em São Paulo, o treinador promoverá mudanças que continuam mostrando que, para ele, a melhor defesa é o ataque.

Em vez de escalar um meio-campo recheado de volantes, tendo em vista que Pierre retorna após cumprir suspensão, Levir optou por sacar Edson. Novamente, o Flu terá apenas um jogador originariamente de marcação no setor, que será o camisa 5.

Fred voltou a treinar com o grupo do Fluminense, mas ainda é dúvida para o clássicoDivulgação

Nas laterais, mudanças e improviso para que a equipe possa chegar ao ataque com mais força pelas pontas. Jonathan ficará na direita e Wellington Silva será deslocado para a esquerda, ocupando, assim, a vaga de Giovanni.

Como de ambos os lados o Tricolor terá jogadores com vocação mais ofensiva do que defensiva, Gerson foi o escolhido para entrar no lugar de Marcos Junior e atuar por dentro, juntamente com Cícero. Gustavo Scarpa e Diego Souza serão os responsáveis por encostar em Fred, que participou ontem da primeira parte do coletivo, mas ainda não foi confirmado por Levir.

“Ainda não está definido se o Fred vai jogar. Preciso do sinal verde do departamento médico. Se possível, ele vai entrar jogando”, disse o treinador, mantendo o mistério. Na defesa, Henrique volta depois de cumprir suspensão e Gum, que marcou o gol no empate com o Botafogo, ganha nova chance.

Levir Culpi já avisou que o Fluminense vai partir para cima do Flamengo no domingoDivulgação

As seis trocas com relação à última partida fazem parte do processo de reconhecimento do elenco por Levir. Aos poucos, ele espera encontrar a estratégia ideal para fazer o Fluminense voltar a jogar bem: “O time não joga redondinho, a gente sabe disso. É um processo, temos que acertar muitas peças, muitos detalhes”, admitiu o técnico.

PARTE DE REBOCO DA SEDE CAI E FERE MOTOBOY

Um fato inusitado agitou o fim da manhã, nas Laranjeiras, enquanto os jogadores treinavam no gramado. Um pedaço de reboco se desprendeu do teto da sede e atingiu a cabeça de um motoboy na Rua Álvaro Chaves. Charles Vieira, de 23 anos, estava a serviço de uma emissora de TV e foi atendido pelo departamento médico tricolor antes de ser encaminhado para o hospital Miguel Couto de ambulância.

“O problema ocorreu devido às fortes chuvas dos últimos dias no Rio de Janeiro”, informou a diretoria do Flu em comunicado.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia