Por pedro.logato

Minas Gerais - O Fluminense está na segunda fase da Copa do Brasil. Na estreia pela competição, o Tricolor derrotou o Tombense por 3 a 0, em Minas Gerais, e garantiu sem a necessidade do jogo de volta a classificação da equipe das Laranjeiras. Levir Culpi mantém desta forma a sua invencibilidade pelo Tricolor. Desde que chegou foram oito jogos com cinco vitórias e três empates. Somado aos jogos com Marcão, a equipe carioca não perde há dez partidas.

Na próxima fase da Copa do Brasil, o time de Levir encara o vencedor de Ferroviária, de São Paulo, contra o Salgueiro, de Pernambuco. Classificado, o próximo compromisso do Fluminense será neste domingo pelo Campeonato Carioca. Na liderança da competição, o Tricolor encara o Volta Redonda, no Raulino de Oliveira, às 16 horas. Se vencer, a equipe das Laranjeiras confirma a sua classificação para a semifinal do Estadual. 

Fluminense venceu e se classificouNelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação

O JOGO

O primeiro tempo entre Tombense e Fluminense começou bem aberto. O Tricolor tinha mais posse de bola, mas a equipe de Minas também criava boas jogadas em momentos de velocidade. A primeira oportunidade foi da equipe das Laranjeiras. Depois de cobrança de escanteio, Gum cabeceou para boa defesa de Darley.

O Tombense respondeu e por pouco não abriu o placar aos oito minutos. Após confusão na área do Flu, Henrique cortou para trás e só não fez gol contra porque a bola tocou em Wellington Silva, no rebote, Daniel Amorim finalizou e Cavalieri fez bela defesa.

Depois da pressão inicial, o Fluminense acalmou e passou a dominar a partida. Aos 23 minutos, o Tricolor chegou a balançar as redes, mas o lance foi anulado. Cícero deu chapéu e lançou Wellington Silva. O lateral se livrou da marcação e cruzou na medida para Scarpa, que cabeceou para o fundo das redes. Porém, a jogada foi anulada porque o apoiador estava impedido.

Marcos Junior dez dois gols na vitória do FluNelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação

Apesar disso, o gol era questão de tempo e saiu cinco minutos depois. A zaga do Tombense afastou um passe de Scarpa e a bola sobrou para Cícero, o volante ajeitou para Gerson, que acertou belo chute de fora da área, colocando o Fluminense na frente. Na comemoração, o jovem colocou a bola dentro da barriga, homenageando a filha recém-nascida.

Mesmo com a vantagem, a equipe das Laranjeiras seguiu pressionando e chegou ao seu segundo gol aos 38 minutos do primeiro tempo. Jonathan avançou bem e deu belo passe na medida para Marcos Junior. O atacante cabeceou firme para o chão e não deu chances de defesa para Darley.

Com a vantagem no placar, o Fluminense voltou para o segundo tempo mais recuado, chamando o time do Tombense, que conseguiu ter mais posse de bola. Temendo uma melhora dos rivais, Levir sacou Fred e Gerson e colocou Edson e Magno Alves para dar mais velocidade a equipe.

A partida continuou aberta com a equipe do Tombense com mais posse de bola e o Flu buscando matar o duelo nos contra-ataques. Por pouco, o time de Minas não diminuiu em cabeçada de Jean, mas Jonathan salvou em cima da linha. Os cariocas responderam com chute de fora da área de Scarpa que Darley defendeu.

Aos 30 minutos, o Fluminense conseguiu a garantia da vaga. Gustavo Scarpa deu belo passe para Marcos Junior, o jovem se virou e tocou na saída do goleiro do Tombense, ampliando ainda mais a vantagem da equipe das Laranjeiras e dando números finais a partida.

FICHA TÉCNICA
TOMBENSE 0 X 3 FLUMINENSE

Data/hora: 6/4/16 - 21h45 (de Brasília)
Estádio: Soares de Azevedo, em Muriaé (MG)
Árbitro: Felipe Duarte Varejao (ES)
Renda/público: Não disponíveis
Cartões amarelos: Paulo Otávio (TOM)
Cartões vermelhos: Nenhum

GOLS: Gerson 28'/1ºT (0-1), Marcos Junior 38'/1ºT (0-2) e Marcos Junior 30'/2ºT (0-3)

TOMBENSE: Darley, Mário Saldivar, Matheus, Wellington Carvalho e Paulo Otávio; Doriva, Jean Batista, Gelson (Joílson intervalo) e Leandro Aguiar (Rodney intervalo); Daniel Amorim (Marcelo Macedo 25'/2ºT) e Teco. Técnico: Ney da Matta.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Jonathan, Gum, Henrique e Wellington Silva; Pierre, Cícero, Marcos Junior (Giovanni 32'/2ºT), Gerson (Edson 15'/2ºT) e Gustavo Scarpa; Fred (Magno Alves 15'/2ºT). Técnico: Levir Culpi.


Você pode gostar