Fluminense admite suspensão de serviços de limpeza no clube por falta de pagamento

Tricolor vive momento de extrema crise financeira

Por O Dia

Pedro Abad é presidente do Fluminense
Pedro Abad é presidente do Fluminense -

Rio - O Fluminense viveu no fim desta semana mais uma capítulo da grave crise financeira que atravessa nos últimos anos. O clube suspendeu por conta da falta de pagamento os serviços básicos de limpeza e manutenção que eram realizados por uma empresa terceirizada.

Os problemas de pagamento do clube carioca com a empresa são antigos. O Tricolor tem dúvidas de cinco meses. Em um comunicado aos sócios, o Flu explica a situação e destaca que conta com outros funcionários para ajudarem na manutenção do clube.

Confira a íntegra do e-mail enviado pelo Flu:

"Reconhecendo o valor do associado, o Fluminense vem respeitosamente esclarecer que o clube está temporariamente sem equipe terceirizada de limpeza e manutenção. Entretanto, segue tomando as medidas necessárias para que tudo seja regularizado o mais rápido possível.

Informamos ainda que as aulas estão mantidas e que o clube conta com o apoio dos funcionários na preservação dos espaços e no cumprimento das atividades.

Pedimos desculpas pelos transtornos e agradecemos a compreensão de todos."