Junior Dutra lamenta seca de gols pelo Fluminense e prega 'paciência'

Contratado há quatro meses por empréstimo junto ao Corinthians, o atacante ainda não marcou

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Júnior Dutra, atacante do Fluminense
Júnior Dutra, atacante do Fluminense -

Rio - Junior Dutra teve uma nova oportunidade como titular do Fluminense no último domingo, mas voltou a passar em branco e o time carioca ficou no empate por 0 a 0 com o Sport, pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Contratado há quatro meses por empréstimo junto ao Corinthians, o atacante ainda não marcou com a camisa tricolor, e agora tenta conter a frustração.

"A gente trabalha, finaliza, é claro que a gente quer ganhar. Depois dos treinos, ficamos treinando finalização. Futebol tem momentos. Já tive momentos em que não estava bem e a bola sobrava e eu fazia o gol. E agora eu tento, treino forte, busco minha oportunidade e ainda não chegou o gol. Mas tem que ter paciência e nunca perder o foco e a confiança", declarou.

Para superar o momento complicado, o atacante conta com o apoio do restante do elenco. No último domingo, o time chegou a ser vaiado pela torcida no Maracanã após o apito final, mas Junior Dutra garantiu estar acostumado à pressão.

"Nosso grupo tem uma coisa muito boa que é a união, a gente sabe que jogar em casa tem um pouco de pressão, mas tem que estar acostumado, a torcida cobra e o jogador tem que estar preparado mentalmente", comentou.

Agora, o foco está no compromisso de quarta-feira, diante do líder do Brasileirão, o Palmeiras, e em pleno Allianz Parque. "Agora é focar no Palmeiras, trabalhar, concentrar para conseguir os pontos lá", apontou o atacante.