Fluminense encara a difícil missão de bater o líder Palmeiras

Para não ficar perto do Z-4, time precisa superar adversário invicto há 18 rodadas. Última derrota foi para o próprio Tricolor

Por O Dia

Igor Julião ganhará nova chance contra o Palmeiras
Igor Julião ganhará nova chance contra o Palmeiras -

Rio - Não bastasse enfrentar o líder em casa, o Fluminense ainda vai ter a dura missão de acabar com uma longa invencibilidade do Palmeiras no Brasileiro, hoje, às 21h45, no Allianz Parque. Para não correr o risco de se aproximar perigosamente da zona de rebaixamento, o Tricolor vai precisar vencer os paulistas, algo que não acontece há 18 rodadas, justamente quando as duas equipes se encontraram.

Em 25 de julho, no Maracanã, o Fluminense, já comandado por Marcelo Oliveira, fez 1 a 0, com um gol de Gilberto, e deu fim ao trabalho de Roger Machado no Palmeiras, que contratou Felipão e não perdeu mais no Brasileiro. Na ocasião, o Tricolor encostou no adversário e ficou a apenas dois pontos na tabela. Desde então, um dos lados deu uma guinada drástica e tudo mudou, a começar pelos desfalques importantes do lateral tricolor e do artilheiro Pedro.

Enquanto o Palmeiras embalou até assumir a liderança e agora está bem perto do título nacional, o Fluminense aumentou sua irregularidade no campeonato a ponto de agora estar preocupado com o rebaixamento, precisando da vitória para não se complicar. Em somente 18 rodadas, a diferença de dois pontos disparou para 26, com os paulistas conquistando 13 vitórias, sendo nove em sua casa (com Felipão o time venceu todos os nove confrontos no Allianz Parque). Já os tricolores fizeram apenas 20 pontos e tiveram oito derrotas.

Assim como no primeiro turno, o confronto de hoje pode ser um divisor de águas, principalmente para o Fluminense. "Não queríamos enfrentar o Palmeiras pensando em vencer para nos livrarmos do rebaixamento. Queríamos almejar Libertadores, título. Mas nossa realidade hoje é essa. Vamos tentar buscar esses pontos", afirmou Igor Julião, que ganhará nova chance.

Comentários