Com Ganso, Fernando Diniz terá que definir quem sai da equipe

Principal contratação da temporada terá primeiro treino com todos os companheiros nesta quinta

Por O Dia

Ganso faz trabalho físico no CT da Barra: principal contratação do clube deve estrear no dia 1º de março
Ganso faz trabalho físico no CT da Barra: principal contratação do clube deve estrear no dia 1º de março -

Rio - Depois de assistir pela TV à goleada do Fluminense na Copa do Brasil, Ganso terá nesta quinta-feira o primeiro contato com os novos companheiros. A partir de agora, o técnico Fernando Diniz começará a preparar o camisa 10 tricolor para entrar na equipe e possivelmente a estreia será na segunda rodada da Taça Rio, dia 1º de março, contra o Resende, no Maracanã. A questão é quem sairá.

Com a base formada, Danielzinho seria o nome a dar lugar a Ganso para muitos torcedores. Entretanto, o meia tem feito função diferente, indo buscar o jogo na defesa, como um volante. Quem tem atuado mais na função do camisa 10 é Luciano, que vem sendo um dos destaques da equipe criando jogadas e entrando na área para ficar ao lado de Yony González.

Por isso, Fernando Diniz precisará decidir se vai manter a forma de jogar atual com Danielzinho ou adaptar a função de alguns jogadores para Luciano continuar com Ganso. "A gente vai encaixar. É bom que temos muitas opções. Teremos temporada extensa, desgastante e com viagens longas. Com esses jogadores à disposição, o Fluminense só tem a ganhar com isso", afirmou o técnico.

Pelo menos Fernando Diniz terá algum tempo para testar a melhor opção, já que não poderá contar com Ganso na primeira fase da Copa Sul-Americana. "É muito precoce ainda para dizer quando será a estreia. Não tem pressa, tem de estrear em boas condições", afirmou o técnico.

Já Ganso, em sua apresentação, deixou em aberto a função em campo. Ainda sem conhecer os companheiros, ele pretende conversar mais com Fernando Diniz para entender o que terá de fazer.

"Conversei com Fernando, mas é difícil decifrar um posicionamento, até porque hoje você está sempre em movimento. Às vezes vira centroavante, em outras cria pelas pontas. Depende da formação que ele vai querer utilizar e vamos nos ajustar", declarou.

Comentários