Bruno Silva pede desculpa mas diz que levou cusparada da torcida do Vasco

Volante do Fluminense vai ser julgado na próxima semana e pode levar gancho longo

Por O Dia

Bruno Silva no jogo com o Vasco
Bruno Silva no jogo com o Vasco -

 Flagrado por vídeos na internet cuspindo em direção à torcida do Vasco, Bruno Silva será julgado pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RJ) na próxima semana e pode ser suspenso por até 18 partidas. O volante admitiu o erro e pediu desculpas, mas disse que sua atitude foi uma resposta  a um cuspe que caiu em seu rosto.

 "A torcida do Vasco estava me ofendendo, xingando. Eu, de cabeça quente, reconheço que errei e peço desculpas. Mas não justifica. Eu estava saindo do campo e cuspiram, pegou no meu rosto. E toda ação gera uma reação. Eu fiz na hora de cabeça quente. Sei que tenho minha culpa, mas a torcida tem que ter esse respeito também. Não é só chegar ali e xingar, ofender e sair como coitadinha não. Eles provocaram. Toda ação gera uma reação", afirmou o volante.

Bruno Silva foi denunciado no artigo 254-B (cuspir em outrem), com suspensão de seis a doze partidas, e no artigo 258 (assumir atitude contrária à disciplina ou à ética desportiva), cuja pena varia de um a seis jogos.

 

 

 

Comentários