Mais Lidas

Fluminense à espera da solução de vários problemas dentro de campo

Com desfalques na defesa, meio-campo e ataque, Fernando Diniz quebra a cabeça para escalar o time que vai enfrentar amanhã o Antofagasta, no Chile

Por O Dia

Fernando Diniz
Fernando Diniz -

Rio - Nas quatro horas e dez minutos de voo entre o Rio de Janeiro e Santiago, o técnico Fernando Diniz certamente passou por turbulências. Pelo menos em seu pensamento. Com uma lista extensa de desfalques, tanto por lesões quanto por questões extracampo, ele sofre para escalar o time do Fluminense que vai enfrentar amanhã o Antofagasta, no jogo de volta da Copa Sul-Americana.

E o treinador não tem tantas opções, já que na competição cada clube tem direito a 30 atletas inscritos. Além disso, sua margem de erro é curta, pois precisa obrigatoriamente marcar um gol para se classificar — no Maracanã, no primeiro jogo, houve empate em 0 a 0.

Na defesa, os problemas começam por Digão, que ficará dois meses longe de campo por causa de uma fratura na perna. Léo Santos, que seria seu substituto natural, não pode entrar em campo já que foi inscrito pelo Corinthians, seu ex-clube, para essa fase da Sul-Americana. Diniz tem à disposição Paulo Ricardo e Frazan, que ainda não entraram em campo em 2019. O comandante tricolor não descarta escalar Airton ou Caio ao lado de Matheus Ferraz.

Paulo Henrique Ganso, camisa 10 e principal contratação do Fluminense para esta temporada, nem sequer está inscrito, já que a comissão técnica preferiu preservá-lo da primeira fase, pois quando chegou ao clube precisava de condicionamento físico. Daniel, que começou o ano como titular absoluto, deve jogar. Outro desfalque no meio-campo é Allan, que não está na lista de inscritos.

No ataque, um problema de última hora. O colombiano Yony González deixou o campo no domingo, depois do empate com o Botafogo, sentindo muitas dores musculares na coxa direita e passou a preocupar o departamento médico. Caso Diniz queira manter o esquema 4-3-3, Mateus Gonçalves, que recebeu poucas oportunidades desde que chegou ao clube, é a solução mais natural. Mas, caso queira encorpar o meio-campo, pode optar pela entrada de Caio. Com três volantes, Daniel ficaria mais solto.

Hoje o Fluminense faz um treino para reconhecer o gramado do Estádio Regional Calvo y Bascuñan, em Antofagasta, local do jogo de amanhã, às 19h15 (de Brasília).

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários