O atacante Luciano luta com dois marcadores pela bola: mesmo dominado, o Fluminense pecou nas finalizações e ainda perdeu em erros individuais - Eduardo Carmim/Parceiro/Agencia O Dia
O atacante Luciano luta com dois marcadores pela bola: mesmo dominado, o Fluminense pecou nas finalizações e ainda perdeu em erros individuaisEduardo Carmim/Parceiro/Agencia O Dia
Por O Dia

Rio - Sinal de alerta nas Laranjeiras. Com erros individuais de Nino e Bruno Silva, o Fluminense perdeu para o Santos, por 2 a 1, nesta quinta-feira, na Vila Belmiro, sofreu seu segundo revés no Campeonato Brasileiro e já marca presença no Z-4. Domingo, contra o Grêmio, em Porto Alegre, terá a missão de somar os primeiros pontos para tentar espantar a má fase e exorcizar o precoce risco de rebaixamento.

De uniforme azul e com um patch na manga esquerda em referência aos 100 anos das Laranjeiras, o Fluminense foi a campo para tentar mostrar que é o clube das cores que traduzem tradição. Mas, desfalcado do ex-santista Paulo Henrique Ganso, e pouco inspirado na frente, teve muita dificuldade para criar jogadas de gol.

Já o Santos, arisco, dominou o primeiro tempo. Apoiado pela torcida, pressionou e criou boas chances de abrir o placar. Aos 34, Gustavo Henrique cabeceou e Rodolfo fez bela defesa. Aos 39, Jorge chutou de fora da área, rente à trave. Errando passes em demasia, restou ao Tricolor se segurar até o intervalo para corrigir o posicionamento.

A conversa com Fernando Diniz no vestiário parece ter sido proveitosa. O Fluminense voltou a campo melhor postado na defesa e insinuante na frente, encurralando o Santos no seu campo de defesa. Com isso, as chances de abrir o placar começaram a surgir, como na bela finalização de Everaldo, aos 15, perto do travessão.

Só que o gol de Sasha, aos 19, ao tocar de primeira, no ângulo, depois de Nino errar a rebatida de bola, desarticulou o Tricolor. A entrada de Pedro no lugar de Airton, aos 21, ainda deu algum alento ao Fluminense, mas o segundo gol santista, aos 27, matou a tentativa de reação: Bruno Silva errou a saída de bola e Sánchez, de joelho, pegou rebote de chute de Pituca no travessão. Pedro, aos 40, até diminuiu, de cabeça, após cruzamento de Everaldo, mas o Fluminense não teve forças para buscar o empate.

Você pode gostar
Comentários