Daniel -  LUCAS MERÇON / FLUMINENSE
Daniel LUCAS MERÇON / FLUMINENSE
Por Lance
Rio - Vivendo uma grave crise financeira, o Fluminense correu o risco de perder o atacante Pedro após proposta do Flamengo. As tratativas não caminharam, mas a diretoria tricolor agiu rápido para evitar surpresas e um novo "caso Scarpa", acertando alguns dos débitos que tinha com o jogador. O restante do elenco, no entanto, não recebeu. Em entrevista coletiva no CT Pedro Antonio, o meia Daniel minimizou.

"Não é a informação que nos foi passada pela diretoria. É o que saiu na imprensa. Se isso for verdade, o grupo entende. É normal para nós, temos que seguir com a cabeça boa e treinar. Ficar focados em ganhar os jogos. Quem tem que resolver isso é a diretoria", disse.

Atualmente, o Flu deve 13º e férias de 2018, abril e maio da CLT, além dos direitos de imagem de janeiro, fevereiro, março, abril e maio. Neste último caso, nem todos os atletas recebem a remuneração. O mês de junho vence na próxima sexta-feira.

"Não conversei com ele, não me diz respeito. É apenas o Pedro, com o empresário e a diretoria. Posso ver que ele está aqui, tranquilo, está treinando muito bem e se dedicando como sempre. Tudo normal", completou.

Daniel ainda falou sobre o drama vivido pelo goleiro Rodolfo, que foi flagrado no exame anti-dopping. Os dois atuaram juntos quando estavam no Oeste e se reencontraram no Fluminense.

"É um cara muito amigo, muito generoso. Todos gostam dele. É uma situação triste, todos sentiram. Ainda não conversamos, mas tenho certeza é um momento dele ficar mais com a família, a esposa e os filhos. Quando as coisas acalmarem, vou ligar e conversar com ele", disse.

Veja outras repostas:

Parada da Copa América

A parada está sendo muito boa. Recuperamos muitos jogadores, o elenco está cheio. Cria essa dúvida para o Diniz. Ele pode criar outros times, tem mais alternativas. Estamos nos entrosando. É muito bom. Quando voltarmos, o torcedor poderá ver isso.

Ano e meio-campo

Está sendo um ano muito bom. É a primeira vez que tenho uma sequência como titular no Fluminense. Estou jogando Brasileirão, Copa do Brasil e Sul-Americana. Sempre falei que conseguiria jogar junto com o Ganso. Mudei um pouco minha característica de jogo, recuei mais. Acho que evoluí. Estou muito feliz, atuar com o Ganso é muito bom.

Muito importante o entrosamento. Acredito que as coisas estão fluindo no meio de campo. A parte principal de um time é esse setor. Se o meio não estiver entrosado, não flui bem. Espero que a gente continue se entendendo e os resultados venham.

Allan

O Allan está sendo muito importante para nós. Desde que ele começou a fazer a função de primeiro volante nosso time cresceu muito na saída de bola. Além disso, ele tem ótima marcação. Todos ficaram felizes por ele continuar conosco até o final do ano.