Chance real de não levar gol

Com segunda defesa mais vazada do Brasileiro, Tricolor vai pegar o CSA, pior ataque

Por O Dia

Digão diz que a defesa está se empenhando para não tomar gol
Digão diz que a defesa está se empenhando para não tomar gol -

Pressionado e com a obrigação de vencer no Maracanã no domingo, o Fluminense pelo menos tem pela frente um adversário que pode ser considerado ideal para enfrentar no momento. Penúltimo colocado no Campeonato Brasileiro, o CSA venceu apenas uma vez na competição e ainda não fez gol como visitante. Ou seja, o time de Fernando Diniz terá uma oportunidade de ouro para 'zerar' na defesa e voltar a somar três pontos.

Um dos pontos mais fracos do Fluminense em 2019, a defesa é a segunda pior do Campeonato Brasileiro — levou 24 gols em 14 rodadas, na frente da Chapecoense, com 27 — e só conseguiu passar em branco em um jogo neste Brasileiro — 0 a 0 com o Flamengo. Isso não acontece desde a 8ª rodada e, coincidentemente, é o mesmo tempo de jejum do ataque do CSA, que marcou pela última vez na derrota por 2 a 1 para o Botafogo.

No duelo entre o pior ataque e a segunda pior defesa da competição, a vantagem é do Fluminense, que jogará em casa. Ainda assim, a equipe de Fernando Diniz também entrará em campo muito pressionada, não apenas pela situação na tabela — a um ponto da zona de rebaixamento e a cinco do Vasco, 15º colocado —, mas também pela obrigação de não ser vazada contra um adversário com tanta dificuldade de balançar a rede.

"A gente tem treinado bastante, se cobra muito internamente. Sofrer gol incomoda a gente, não é só o torcedor. Vamos trabalhar forte para terminar essa fase", disse Digão na semana passada.

Comentários