Com gol de Ganso, Fluminense vence o Corinthians e deixa a zona de rebaixamento

Mesmo sem grande atuação, Tricolor luta muito e conta com frango de Cássio para fazer 1 a 0 no Mané Garrincha

Por O Dia

Ganso fez o gol da partida
Ganso fez o gol da partida -
Brasília - Um alívio momentâneo. Na segunda chance que teve para sair da zona de rebaixamento, o Fluminense enfim conseguiu o objetivo ao vencer o Corinthians por 1 a 0, gol de Ganso contando com um frango do goleiro Cássio, no Mané Garrincha. Se a atuação não foi boa, valeu muito pelo espírito de luta e, principalmente pelos três pontos, que ajudaram o Tricolor a ultrapassar o Cruzeiro - nos critérios de desempate - e subir para o 16º lugar no Campeonato Brasileiro, fora da degola.
Apesar de ser o mandante, o Fluminense, que vendeu o jogo para Brasília, estava em campo neutro e sem grande público. Talvez, isso tenha ajudado a diminuir a pressão da torcida tricolor, que possivelmente estaria reclamando da postura da equipe em boa parte do primeiro tempo se estivesse no Maracanã.
Mesmo precisando da vitória, o que se viu foi um Fluminense com pouco ímpeto ofensivo e que nos primeiros 20 minutos foi muito frágil defensivamente, deixando o Corinthians chegar com perigo, principalmente em cruzamentos. O Tricolor foi salvo pela trave em cabeçada de Gil e viu Gustavo cabecear duas vezes para fora, além de Muriel ter pego chute de Pedrinho.
Lento e sem criatividade, o Fluminense até equilibrou na parte final do primeiro tempo. Só havia chegado com perigo numa falta de Nenê para fora, aos 29, quando Ganso abriu o placar aos 39. O chute não foi forte e Cássio levou um frango, mas o fato de o camisa 10 ter recebido perto da área e finalizado foi um mérito do desejo de Oswaldo de Oliveira em tê-lo jogando mais perto do ataque, como meia, com dois volantes no apoio (Allan e Yuri), algo que não vinha acontecendo.
No segundo tempo, o Fluminense finalmente teve vantagem no placar por um bom tempo sob o comando de Oswaldo. Mas a postura tricolor não ajudou em nada. Ao recuar e esperar pelo Corinthians, sem encaixar contra-ataques, o Tricolor não conseguiu criar e ainda deu muito espaço, principalmente pelas costas de Gilberto. Sorte que os paulistas também tinham dificuldades: apenas Janderson e Gustavo levaram perigo.
Mesmo pressionado, o Fluminense teve o jogo controlado graças à entrega dos jogadores na marcação, que evitaram maiores sustos, principalmente nos cruzamentos. E, apesar do sofrimento até o apito final, muito por causa de faltas perto da área, os tricolores puderam comemorar uma importante vitória na luta contra a degola.

Comentários