Sonho ou Flu? O dilema de Caio Henrique

Diretoria do Tricolor pediu liberação do meia e de Allan da seleção pré-olímpica

Por O Dia

Caio Henrique se exercita na sala de musculação do CT Tricolor: à espera da decisão sobre sua convocação
Caio Henrique se exercita na sala de musculação do CT Tricolor: à espera da decisão sobre sua convocação -

Jogador de linha que mais atuou no futebol brasileiro nesta temporada, com 52 partidas, Caio Henrique só ficou fora do primeiro jogo do Fluminense no ano. E agora vive o dilema de desfalcar o time em um momento decisivo para realizar o sonho de vestir a Amarelinha. Convocado para dois amistosos da seleção pré-olímpica, o volante viu a diretoria tricolor pedir por sua liberação, mas optou por não interferir na decisão, apesar do desejo de se apresentar.

"O presidente está defendendo o interesse do clube, isso é normal. Se for para jogar pelo Fluminense, farei. Se for a Seleção, também. Estou tranquilo e vou esperar pela decisão. Sou muito grato ao Fluminense, é o clube que me abriu as portas, consegui voltar à Seleção, que era um objetivo", afirmou o jogador.

Caio Henrique nunca escondeu o sonho de voltar a vestir a camisa da Seleção (a última vez foi pela sub-20). Viu Allan ser chamado na última vez e, agora, os dois foram convocados, mas a diretoria tricolor não quer perder ambos contra Cruzeiro e Bahia. Apesar do pedido de liberação, o Fluminense espera que pelo menos um não se apresente à seleção olímpica.

Enquanto aguarda por uma resposta da CBF, a diretoria confirmou Marcão como técnico interino no clássico com o Botafogo. Devido à boa recepção dos jogadores e da torcida, a busca por um comandante segue em banho-maria, inclusive em função das poucas opções no mercado. Nomes preferidos, Cuca e Felipão não deram resposta positiva às sondagens.

Nova avaliação de Marcão será feita após o clássico e, dependendo do resultado, o Fluminense pode intensificar a busca por um novo treinador ou seguir sem pressa.

Comentários