Marcão elogia volume de jogo do Fluminense, mas lamenta chances perdidas

Tricolor empatou com o Cruzmaltino sem gols

Por Lance

Técnico Marcão
Técnico Marcão -
Rio - O empate sem gols com o Vasco, na noite deste sábado, no Maracanã, fez o Fluminense permanecer na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Em 17º lugar, agora com 31 pontos, a equipe comandada por Marcão até pressionou o Cruz-Maltino, mas pecou na efetividade. Em entrevista coletiva após o clássico, o comandante do Tricolor analisou o desempenho dos seus jogadores, exaltando as chances criadas pelo seu time, além de citar a necessidade de um maior volume de treinamentos para a melhora da situação.

"Tudo o que treinamos e observamos do time do Vasco foi colocado em campo. Anulamos as principais jogadas do Vasco. Jogamos no campo deles. É um time bem montado pelo Luxemburgo. Fomos corajosos e criamos várias situações de gols. Infelizmente, não convertemos. Nosso primeiro tempo foi forte, tivemos 70% de posse de bola. Sabíamos que o Luxemburgo ia mudar, ia tentar nos dificultar. Mantivemos a disposição tática, criamos chances e não convertemos", afirmou, completando:

"Treino. Treino. Treino. O mais difícil é criar. A gente tem feito isso. Na verdade, o nosso último passe... a hora de colocar para dentro. Vamos ter de criar situações para os nossos atacantes converterem. Eles carregam um peso muito grande. A bola não entra, e o peso acaba aparecendo. Vamos trabalhar também diminuir isso e apenas jogar".

Na quinta-feira, o Fluminense volta a campo visitando o São Paulo. Será mais uma oportunidade para a equipe pontuar e tentar sair da zona de rebaixamento do Brasileiro. Durante a conversa com os jornalistas após o clássico deste fim de semana, Marcão foi questionado se neste momento não seria melhor jogar fora de casa, e respondeu que se o vestiário se manter para este próximo jogo, é uma certeza da equipe retornar com pontos para o Rio de Janeiro.

"Eu gosto de jogar em casa, diante do apoio do torcedor. Hoje foi uma partida sem vaias por tudo o que eles fizeram em campo. Vamos a São Paulo, enfrentaremos o Fernando, um ótimo treinador. Time deles é bom. Se o nosso vestiário estiver como esteve hoje, tenho certeza de que traremos ponto", finalizou o treinador.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários