Abel Braga falou sobre a sua permanência nas Laranjeiras  - MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.
Abel Braga falou sobre a sua permanência nas Laranjeiras MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.
Por O Dia
Rio - Contratado pelo Fluminense em 2017, o atacante Robinho não conseguiu emplacar com a camisa do Tricolor. Atualmente no Água Santa-SP, o jogador reclamou das poucas oportunidades que recebeu do então treinador Abel Braga.
"Eu acho que no Fluminense eu não tive a sequência de jogos que eu tive no Figueirense ou no Atibaia. Quando eu joguei no Flu, a maioria do tempo foi com o Abel. Todos sabem que quando eu fui contratado não foi através dele, mas da diretoria e do presidente. E o Abel tinha uma força lá que a torcida gostava mais dele do que do presidente. Então, o Abel fazia o que queria. Não sei se ele não gostava de mim, do meu estilo de jogo, se queria outro atacante. Faltou mesmo sequência. Tive alguns jogos, mas se você for pegar os números eu entrava com 10, 15 minutos de segundo tempo e é difícil mostrar algo assim", declarou o jogador ao "Netflu".
O atacante Robinho durante treino: 'Jogo vai ser muito complicado' - LUCAS MERÇON/FLUMINENSE F.C.
Publicidade
Robinho também disse acreditar que Abel não entendeu bem seu estilo de jogo.
"É o que eu penso e sempre falei. Eu jogava no Figueirense aberto também, mas não precisava voltar para marcar lateral. E o Abel exigia que eu voltasse até o final para marcar lateral e a minha característica não é essa. Se eu voltasse pra marcar o lateral, não tinha força para atacar. A minha característica era diferente. O Richarlison conseguia voltar pra marcar e ainda tinha força pra atacar ao mesmo tempo. O meu estilo de jogo só flui do meio pra frente e o Abel não soube diferenciar isso (meu estilo de jogo)", completou.