Rio,10/01/2020 - BARRA DA TIJUCA, CT DO FLUMINENSE, apresentacao de jogadores do Fluminense, na foto, Mario Bittencourt, presidente do Flumnense  .Foto: Cleber Mendes/Agência O Dia - Cléber Mendes
Rio,10/01/2020 - BARRA DA TIJUCA, CT DO FLUMINENSE, apresentacao de jogadores do Fluminense, na foto, Mario Bittencourt, presidente do Flumnense .Foto: Cleber Mendes/Agência O DiaCléber Mendes
Por O Dia
Rio - Alívio para os funcionários do Fluminense. Na última segunda-feira, o presidente tricolor, Mário Bittencourt participou de uma live envolvendo temas jurídicos e garantiu que ninguém que trabalha no clube será demitido, apesar da crise financeira causada pela pandemia do novo coronavírus.
"Nenhuma. Nós tivemos um movimento muito bacana logo assim que paralisou o clube: os nossos gerentes e diretores mandaram uma carta para mim propondo uma redução dos próprios salários em função das pessoas menos favorecidas. Acredito que isso tenha ocorrido em razão da maneira que viemos trabalhando desde que assumiu em junho do ano passado", disse e complementou.
Publicidade
"Quando a gente assumiu tinha quase três meses de salário atrasado e o 13º de 2018. Em nove meses de gestão, a gente conseguiu quitar 12 meses. Sendo muito honesto e transparente, é óbvio que ainda exite buraco, mas em respeito ao trabalho que vem sendo feito o primeiro ato deles foi esse. Com essas pessoas se fez acordos individuais, baseado no artigo 444 (CLT), e em razão disso se teve um alívio na folha", concluiu.