Em reencontro de Odair com o Inter, Fluminense precisa vencer

Treinador vai enfrentar ex-clube pela primeira vez, sem ainda ter repetido o bom desempenho no Tricolor

Por O Dia

Odair Hellmann levou o Inter às quartas da Libertadores e ao terceiro lugar no Brasileiro
Odair Hellmann levou o Inter às quartas da Libertadores e ao terceiro lugar no Brasileiro -

Sem vencer após duas rodadas no Campeonato Brasileiro, o Fluminense encara o Internacional hoje, às 18h no Maracanã, precisando dos três pontos para dar tranquilidade a Odair Hellmann. Pressionado, o treinador vai reencontrar pela primeira vez o clube gaúcho, onde trabalhou por anos e que deu a primeira chance nos profissionais, no fim de 2017.

Mesmo sem ter conseguido títulos no Colorado, Odair teve bom desempenho, garantindo uma vaga na Libertadores, onde caiu nas quartas de final, e chegou à decisão da Copa do Brasil. Primeiro técnico da base e depois auxiliar, ele assumiu a equipe principal na reta final da Série B e, ao todo, disputou 116 partidas, com aproveitamento de 60,3%.

"Tenho muita gratidão, carinho e respeito por tudo que o Internacional me proporcionou. Foi um belo trabalho de reconstrução", disse Odair.

Entretanto, Odair ainda não conseguiu repetir o bom desempenho no Fluminense. Recentemente apostou numa formação mais parecida com a que utilizava no Inter, com três volantes e um experiente meia caindo pelo lado do campo (Nenê, como D'Alessandro em 2019). Sem jogadores no elenco com as características de volantes com mais de força na chegada ao ataque (como Rodrigo Dourado, Edenilson e Patrick), o Tricolor sofre com a falta de velocidade nas transições e tem criado pouco.

Se no Inter Odair sofreu com algumas críticas pelo time ser muito defensivo, no Fluminense o problema tem sido a criação. Com apenas cinco gols nos últimos 10 jogos, Odair busca soluções para o problema.

"A gente tem que ficar mais com a bola, fazer chegar mais no Evanilson, que é o nosso centroavante. Criamos pouca situação de gol na frente. Assim vai conseguir chegar ao gol rapidamente", afirmou Michel Araújo, nova alternativa no meio de campo para mudar a situação atual.

 

Comentários