Torcedores do Fluminense - Reprodução
Torcedores do FluminenseReprodução
Por Lance
Publicado 25/10/2020 14:32 | Atualizado 25/10/2020 14:32
Rio - Fluminense e Santos se enfrentam, neste domingo, às 16h, pelo Campeonato Brasileiro. Horas antes do duelo, a torcida tricolor Bravo 52 fez um manifesto contra a violência contra a mulher nas redes sociais, lembrando o caso do jogador Robinho, condenado em primeira instância na Itália, por violência sexual. 
Publicidade
"O time de todos é contra alguns. Gostaríamos de reiterar que nos colocamos contra qualquer tipo de violência contra a mulher. No país que registra um caso de feminicídio a cada 7 horas, não podemos naturalizar o seguimento normal da vida de agressores, estupradores e assassinos. Que estejamos aqui por menos Cucas, Robinhos, Brunos, Jeans e Wesleys", diz a publicação que traz ainda recortes de manchetes recentes sobre o assunto.
A Raiz Tricolor também se manifestou de forma semelhante e deu outra cutucada no atleta pelas declarações recentes contra o movimento feminista em que afirmou que "muitas mulheres não são nem mulheres".

"O Raiz Tricolor, um canal de notícias sobre Fluminense no YouTube, fez coro à Bravo 52: "Hoje é #D", disse.