Odair Hellmann dirige o All Wasl - Reprodução
Odair Hellmann dirige o All WaslReprodução
Por O Dia
Rio - Odair Hellmann deixou o Fluminense no início de dezembro, quando o clube estava num bom momento no Campeonato Brasileiro. O treinador aceitou o desafio de dirigir o Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos e deixou o Tricolor nas mãos de Marcão.
Publicidade
Há quase dois meses longe do clube, Odair revelou em entrevista ao "ge", que apesar do fuso-horário, segue acompanhando o Fluminense e demonstrou confiança no trabalho de Marcão e de uma vaga para a Libertadores de 2021.
"Tenho acompanhado o Fluminense. Estou torcendo muito para que consiga o objetivo de classificar para a Libertadores. Tem todas as condições para isso e vamos confiar até o final que as coisas continuem dando certo, para que feche com chave de ouro esse Campeonato Brasileiro", disse.
Publicidade
"O Marcão é extremamente importante para o Fluminense, conhece o clube há muito tempo. Participou de vários trabalhos e tem a confiança do grupo. Tem uma comissão técnica de altíssimo nível e qualidade. Também tem uma direção, o presidente, o Paulo Angioni, que dão todo o suporte e passam toda a experiência. Ele assumiu em 2019 em um momento difícil, conseguiu fazer um bom trabalho e agora está reafirmando a sua competência", completou. 
Fluminense encara o Goiás, neste domingo, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, e uma vitória coloca o clube ainda mais perto de uma vaga para a Libertadores.