IAAF rejeita pedidos de 67 atletas e deixa Isinbayeva fora do Rio, diz Rússia

A Federação Russa de Atletismo está suspensa pela IAAF pelos seguidos casos de doping

Por fabio.klotz

Rússia - A Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF) teria rejeitado 67 dos 68 pedidos de exceções apresentados por atletas russos para participarem dos Jogos Olímpicos de agosto, deixando fora do Rio-2016 inclusive a bicampeã olímpica Yelena Isinbayeva. A informação foi divulgada neste domingo pelo Comitê Olímpico Russo.

Yelena Isinbayeva%2C bicampeã olímpica no salto com vara%2C luta para não ficar fora dos Jogos do RioEfe

"As recusas foram recebidas por todos, exceto Klishina', disse Alexandra Brilliantova, chefe do departamento jurídico do comitê.

No sábado à noite, a IAAF divulgou oficialmente que havia acatado o pedido de Darya Klishina, bicampeã europeia indoor no salto triplo, liberando-a para participar do Rio-2016, desde que participe sob a bandeira olímpica. A Federação Russa de Atletismo está suspensa da IAAF pelos seguidos casos de doping.

Na nota divulgada pela IAAF, a entidade diz que recebeu um total de 136 pedidos de atletas russos solicitando elegibilidade excepcional, entre adultos que visam ir à Olimpíada e também os juniores que desejavam disputar o Europeu da categoria.

"Diversos desses pedidos foram agora revistados pela Painel de Revisão de Doping, com a exceção dos pedidos para o Campeonato Europeu Júnior, que foram retirados e não foram revisados", diz o comunicado.

Se os casos dos jovens são as exceções, não tendo sido revisados, os demais pedidos parecem mesmo ter sido analisados. E, se só Klishina foi liberada, os outros foram rejeitados. Antes, a corredora de 800m Yulia Stepanova havia sido autorizada a competir. Mas o caso dela é tratado à parte, uma vez que, após ser a delatora do escândalo de doping, ela não faz parte da equipe russa.

A Rússia diz que vai contestar o caso junto à Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês): "Todas as 68 pessoas entraram com reclamações, inclusive referindo-se ao tipo de recusa", garantiu Brilliantova. De acordo com o comitê, inclusive Klishina vai apelar - ela também quer competir pela Rússia.

Ainda segundo o comitê olímpico russo, Isinbayeva já foi comunicada da recusa da IAAF. "Ela já recebeu a recusa, assim como todos os outros. Klishina deve ter sido uma exceção porque ela treina fora da Rússia", explicou Brilliantova. A atleta, de 25 anos, treina na Flórida, nos Estados Unidos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia