Em jogo com muitas oportunidades, Honduras supera a Argélia no Engenhão

No domingo, as equipes retornam ao gramado do Engenhão para enfrentar Argentina e Portugal, pelo Grupo D

Por sarah.borborema

Rio - Para realizar o segundo duelo do futebol masculino nos Jogos Olímpicos do Rio, Honduras e Argélia subiram ao gramado do Engenhão. Após a estreia sem gols, entre Iraque e Dinamarca, o primeiro a balançar a rede para a modalidade foi o hondurenho Romell Quioto, um dos veteranos da equipe, com 24 anos. Em um jogo aberto e com boas oportunidades, em uma tarde difícil para o goleiro argelino Chaal, a seleção de Honduras estreou com o pé direito e garantiu a vitória pelo placar de 3 a 2, com gols de Quioto, Marcelo Pereira e Lozano.

Apesar da pressão dos argelinos%2C durante a segunda etapa%2C os hondurenhos mantiveram a vantagem no placarEfe

O duelo entre Honduras e Argélia começou com as duas equipes explorando as boas chances de ataque. A seleção hondurenha levava maior vantagem na posse de bola e, por este motivo, foi a primeira a aproveitar a oportunidade e abrir o placar no Engenhão. Após uma boa jogada de Lozano, a zaga adversária apareceu para afastar o perigo, o que não foi suficiente para impedir que Quioto , no rebote, colocasse a bola no fundo da rede. Apesar das reclamações sobre o posicionamento, o árbitro Sandro Meira Ricci validou o gol.

A Argélia não se abateu com a desvantagem no placar e ainda buscava espaço no jogo. Porém, Marcelo Pereira apareceu para dar ainda mais tranquilidade para a equipe de Honduras no jogo. Após uma bola cruzada, o jogador cabeceou para o alto. O goleiro Chaal duvidou do destino da bola e chegou a se pendurar na trave para evitar o segundo gol dos hondurenhos, o que não foi possível. Marcelo Pereira aumentou a vantagem e complicou ainda mais a vida dos adversários.

Apesar do abatimento no final da primeira etapa, os argelinos voltaram para o segunto tempo criando mais oportunidades e pressionando os hondurenhos. E a reação no placar começou com Bounedjah cabeceando para a área e Bendebka colocando a bola no gol, para diminuir a vantagem adversária no placar e marcar o primeiro gol da Argélia.

O goleiro argelino Chaal não estava em uma tarde inspirada e facilitou a vida dos hondurenhos. Ele chegou a ficar com a bola em uma defesa que parecia tranquila até o próprio goleiro soltar a bola nos pés de Lozano que precisou apenas tocar para o gol vazio e aumentar a distância entre as equipes no placar. Porém, a Argélia não se abateu e viu Bounedjah aparecer novamente para balançar a rede e colocar a equipe no jogo.

As duas equipes voltam ao gramado do Engenhão, neste domingo. A Argélia vai enfrentar a Argentina, às 18h. Enquanto Honduras terá Portugal pela frente, às 15h. As quatro equipes compõem o Grupo D.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia