Brasil não resiste à França e deixa a briga pelo pódio no handebol masculino

Apesar do duelo equilibrado, brasileiros foram superados pelos atuais campeões olímpicos e mundiais, pelo placar de 34 a 27

Por sarah.borborema

Rio - Para seguir na briga pelo pódio, o Brasil entrou em quadra para enfrentar a França - equipe bicampeã olímpica e campeã mundial. A missão de garantir a vaga para a semifinal não era fácil, mas os brasileiros seguraram a pressão e fizeram um grande primeiro tempo. Com a França ditando o jogo durante boa parte da segunda etapa, a torcida entrou em ação na Arena do Futuro, no Parque Olímpico, mas não foi o suficiente para evitar a derrota dos donos da casa, por 34 a 27. Fim da linha na Olimpíada.

Brasil cai para a França nas quartas de final e está fora da OlimpíadaMárcio Mercante / Agência O Dia

O primeiro tempo começou bem para os brasileiros, que seguraram a pressão e equilibraram a partida. A França mostrou a que veio e garantiu uma boa vantagem inicial no placar. Perdendo a partida por 5 a 2, a equipe verde e amarela mostrou o seu poder de reação novamente e virou o jogo para 6 a 5. A atuação do goleiro Maik na primeira etapa foi importante para que os brasileiros não deixassem os rivais crescerem no jogo. Os primeiros minutos tiveram uma atuação segura e eficiente do pivô Tchê, que deu trabalho para a defesa francesa e marcou 6 dos 16 gols brasileiros.

Tchê tenta se livrar da marcação francesa%3A Brasil fez jogo parelho até a metade do segundo tempoMárcio Mercante / Agência O Dia

Na volta para a segunda etapa, o Brasil mostrou volume de jogo e continuou resistindo aos adversários. Porém, a França alcançou uma boa vantagem no placar, com 5 gols de diferença, sendo o suficiente para assumir o controle da partida e ditar o ritmo do jogo. Os brasileiros sofreram com o nervosismo, que fez com que alguns erros começassem a aparecer. A torcida entrou em ação, aos gritos de "eu acredito", mas não foi o suficiente para evitar a derrota, pelo placar de 34 a 27.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia