Micale chama Neymar de 'monstro' e elogia evolução do Brasil no 'momento certo'

Seleção conseguiu goleada sobre Honduras e está na decisão

Por pedro.logato

Rio - O técnico Rogério Micale era só sorrisos, após a goleada sobre Honduras que classificou a seleção brasileira para a final do futebol masculino nos Jogos Olímpicos. O técnico ressaltou a evolução da equipe, que começou a competição com dois empates sem gols, mas que evoluiu e venceu as últimas três partidas, sem tomar gol, e chegou na decisão da competição.

"Considero que fazemos uma campanha boa. Um futebol com nossa essência, nossa característica. Um futebol bonito. A equipe se doou, encorpou, lutou muito para conseguir a bola, recuperando a bola. Fomos premiados com gol logo no início com o Ney. Que ele já tem feito em todos os jogos, com dedicação incrível dele. Chegamos nessa reta final forte. Cada jogo tem sua história, vamos ter que fazer outra história agora. Crescemos no momento importante", disse.

Rogério Micale gostou da atuação do Brasil Lucas Figueiredo / MoWA Press

No Maracanã, a equipe de Micale terá a responsabilidade de conseguir a inédita medalha de ouro no futebol masculino. Rogério Micale afirmou que a pressão é grande desde o começo da competição e que o grupo brasileito tem encarado com naturalidade.

"Na verdade vamos tratar como temos feito. Nós sabemos dessa pressão desde o início da competição. O que nos interessa, culturalmente, é a medalha de ouro. O pensamento é um: trabalhar da mesma forma que fizemos desde o início. Não faltaria luta, não faltaria entrega. E estamos reproduzindo isso jogo a jogo. E essa é a nossa promessa. Nossa futebol é de qualidade e também de transpiração. Isso é um motivo que nos leva a ter a esperança que podemos, sim, conquistar esse grande sonho. É fazer o nosso melhor", disse.

Neymar foi muito elogiado por MicaleAlexandre Brum / Agência O Dia

Sobre Neymar, que marcou dois gols e teve atuação destacada, Micale rasgou elogios ao jogador, que recebeu muitas críticas após o começo irregular da seleção brasileira na Olimpíada. 

"É um monstro. Neymar é um cara que tem um dom de jogar futebol que encanta. Ele tem um talento, e desenvolveu ainda mais. O Neymar é um cara desse que excede algumas situações que vamos continuar procurar entender. Confesso que é complexo. Ele é um cara que está feliz, que foi abraçado. Neymar é muito cobrado. Há uma semana atrás, estava vivendo um momento difícil, de muita cobrança. Temos que respeitar, falo isso muito isso. Ele é acima da média. Queria citar também Marquinhos, Rodrigo Caio, Renato Augusto, Rafinha, Wallace... Temos uma geração. Ainda não estamos mortos. Ainda não ganhamos nada ainda. mas temos um grande grupo de jogadores", concluiu.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia