Ágatha e Bárbara caem para as alemãs e ficam com a medalha de prata

Dupla brasileira param na atuação impecável de Ludwig e Walkenhorst e ficam com o vice-campeonato nas areias de Copacabana

Por edsel.britto

Rio -Após a vitória histórica contra a dupla Walsh e Ross na semifinal, Ágatha e Bárbara buscavam mais um feito para suas carreiras nesta quarta-feira em Copacabana. Porém, a dupla brasileira nada pode fazer diante da atuação impecável de Ludwig e Walkenhorst e terminaram derrotadas pelas alemãs por por 2 sets a 0, parciais de 21/18 e 21/14, ficando com a medalha de prata.

Ágatha e Bárbara não conseguiram superar a atuação impecável da dupla da AlemanhaMarcelo Pereira/Exemplus/COB

O segundo lugar é, por si só, um feito para Ágatha e Bárbara, que chegaram como a segunda dupla mais cotada do Brasil e se superaram para chegar na decisão. Aos 33 e 29 anos, respectivamente, as duas fizeram no Rio sua estreia em Olimpíadas e logo de cara levaram uma prata, melhor resultado do Brasil em 12 anos no vôlei de praia feminino.

O jejum de títulos no esporte que tem o país como coautor, porém, persiste. Desde 1996, quando a modalidade estreou nos Jogos Olímpicos de Atlanta, o Brasil não sobe no lugar mais alto das Olimpíadas no feminino. Depois do ouro de Jackie Silva e Sandra Pires, o país já teve duas pratas com Adriana Behar e Shelda, mas nunca conseguiu retomar o domínio sobre o esporte.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia