Mais Lidas

A Palinha do Apolinho: Pimenta baiana no bolo

Sem entrosamento, com a defesa falhando e comprometendo todo o sistema, o Vasco só conseguiu assustar o goleiro Jean uma vez

Por jessyca.damaso

Salvador - O primeiro tempo do Vasco foi um desastre. As mudanças implantadas pelo técnico Milton Mendes não surtiram o efeito desejado. Ao contrário, geraram confusão e espaços generosos por onde o Bahia não teve muitas dificuldades para construir o placar de 2 a 0. Sem entrosamento, com a defesa falhando e comprometendo todo o sistema, o Vasco só conseguiu assustar o goleiro Jean uma vez, com Wagner chutando na trave. O segundo gol, de Mendoza, nos acréscimos, foi a gota d’água. Milton Mendes trocou o sistema, sacou Rafael Marques e Paulinho, mandando Bruno Paulista e Nenê para o jogo. Só que não deu sorte. Dada a saída, Mendoza aumentou para 3 a 0, com um minuto do segundo tempo. A partir daí, com a vaca atolada no brejo até o pescoço, pouca coisa restava. A torcida do Bahia fazendo a festa nas arquibancadas e o Vasco perdido em campo. Um castigo na véspera do aniversário do clube.

AGORA SIM

O técnico Reinaldo Rueda redimiu-se da lambança que fez contra o Botafogo, na estreia, quando perdeu Muralha, expulso, e tirou Vinicius Júnior, que acabara de entrar, deixando em campo Vizeu, machucado. Escalando o garoto contra o Atlético-GO, evitou que o assunto ganhasse proporção e devolveu a confiança ao moleque. Vinicius Júnior fez a melhor partida nos profissionais do Flamengo, marcando dois gols — o segundo ao estilo Romário — e que repercutiram muito em Madri.

PEDALADAS

Jogar fechado é escolha do treinador, de acordo com o elenco que tem. Não entendi as críticas à retranca do Vitória. Ninguém jogou mais fechado neste campeonato do que o líder Corinthians.

Neymar deitou e rolou no seu primeiro jogo no Parque dos Príncipes. O PSG goleou o Toulouse por 6 a 2. Fez dois e saiu no colo da galera.

O São Paulo só escapou da derrota para o Avaí, na Ressacada, graças a um gol de pênalti de Hernanes.

BOLA DENTRO

Vagner Mancini é o único técnico até agora que tirou cinco preciosos pontos do Corinthians: 1 a 1, com a Chapecoense, e 1 a 0, com o Vitória.

BOLA FORA

O Botafogo lutou, merecia até empatar, porque perdeu chances claras, mas acabou caindo para a Ponte Preta por 2 a 1. Os gols foram de Emerson Sheik.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia