Por fabio.klotz

Ceará - As tradicionais bandeirinhas de São João foram feitas em referência à Copa das Confederações. No céu da Praia de Iracema, mosaicos formam as bandeiras dos países participantes da competição, numa atração à parte para o turista que visita Fortaleza. Já no calçadão, cearenses trabalhavam duro nesta terça-feira pela manhã para deixar tudo pronto para a festa junina que começa nesta quarta-feira à noite, com a apresentação de 30 quadrilhas até o dia 23. A ideia é começar o evento em clima de vitória, depois de mais uma triunfo da seleção brasileira no jogo diante do México, no Castelão.

Praia de Iracema vira atração à parte na Copa das ConfederaçõesPraia de Iracema

“O povo cearense está muito feliz. Temos que mandar bons fluidos para que dê tudo certo. O Brasil tem que ser campeão mesmo, ganhar esta Copa”, afirmou o artista plástico Ernesto Sales, de 45 anos, que trabalhava na parte de marcenaria da festa junina, na terça pela manhã, montando as barraquinhas que venderão comidas típicas no evento.

Acostumado a pedalar pela orla de capital cearense vendendo água de coco e refrigerante, o ambulante José Maria Paulino de Souza, de 57 anos, circulava nesta terça pelo local, enquanto os operários trabalhavam na montagem da estrutura para o evento.

“Ganhando a segunda partida, o Brasil vai embalar. Estou gostando de todos os jogadores”, afirmou seu José, com a bicicleta decorada com bandeiras do Brasil e vestido com a camisa do Flamengo.

Quem estava um pouco descrente com o desempenho da Seleção era o comerciante Jardel Mendonça, de 41 anos, que também ajudava na preparação da festa junina.

“Particularmente, não acredito muito nessa geração de hoje. Mas, nesse grupo, passam Brasil e Itália para a segunda fase da competição”, apostou, aprovando o clima de Copa no evento.

“Juntou o útil ao agradável, o São João com a Copa”.

Você pode gostar