Valentim exalta vitória e revela pedido de jogadores para não tirar Fabrício

Técnico do Cruzmaltino destacou demonstração de união do grupo na vitória sobre o Cruzeiro por 2 a 0

Por O Dia

Alberto Valentim
Alberto Valentim -

Rio - Alívio. Esta é a palavra que define o sentimento da torcida vascaína após a vitória do clube sobre o Cruzeiro, por 2 a 0, nesta domingo, em São Januário. Com o triunfo, a equipe chegou aos 34 pontos e se vê um pouco mais longe da zona de rebaixamento. Após a partida, o técnico Alberto Valentim afirmou que era "imprescindível" vencer em casa e revelou que os jogadores pediram para não tirar Fabrício, autor da jogada do primeiro gol.

"Eu tinha a ideia de substitui-lo no intervalo (...) Sei que aqui tem coisa do passado com ele. O que a torcida fez não foi pelo jogo de hoje. O torcedor sabe disso", disse o treinador, relembrando o episódio da polêmica foto do lateral com outros jogadores que gerou críticas da torcida.

"Hoje os jogadores pediram para que ele continuasse. O que os jogadores fizeram hoje foi espetacular. Comprar a ideia, que venceriam junto com o Fabrício. Foi demonstração de união", completou.

Valentim também comentou a boa atuação do atacante Maxi López. Em 12 jogos com a camisa do Vasco, o argentino soma cinco gols e três assistências.

"Maxi vem crescendo de produção. É um jogador de muita qualidade e foi importante nesta vitória. Ficou nove anos na Europa jogando em alto nível. É isso que a gente espera dele. Segura a bola, orienta os jogadores quando estamos atacando. Ele está nos ajudando muito, tem muita qualidade e personalidade", afirmou Valentim.

O Vasco volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo sábado, quando enfrenta o Sport, às 19h, na Ilha do Retiro, em Recife.