Presidente do Vasco pode renunciar caso seja aprovada sindicância no clube

Conselho deliberativo irá se reunir na noite desta segunda-feira e Alexandre Campello pode deixar o cargo

Por O Dia

Alexandre Campello
Alexandre Campello -
Rio - A vida de Alexandre Campello como presidente do Vasco pode estar chegando ao fim. O conselho deliberativo do clube irá se reunir na noite desta segunda-feira para avaliar uma denúncia contra o mandatário. Caso isso aconteça, existe a possibilidade dele deixar o cargo. As informações são do portal "UOL".
A denúncia que pesa contra Campello seria o não cumprimento de acordos judiciais com 200 funcionários demitidos, o que causou um prejuízo de aproximadamente R$ 4 milhões ao clube. A diretoria vascaína negou o ocorrido e classificou as denúncias como "políticas"
"Eu não sei o que vai acontecer. O Conselho vai decidir aquilo que, eu espero que decida o que é melhor para o Vasco. Até porque o que vai se discutir lá é inexpressivo. Quem não deve não teme. Estão investigando todos os documentos há um ano e meio e não pegaram nada. Eu vou entrar e sair da reunião sendo a mesma pessoa", disse.
O presidente Alexandre Campello comanda o Vasco desde o ano passado, após assumir o clube eleito pelo Conselho do clube. Na ocasião, ele chegou ao poder após romper a sua chapa com Julio Brant.
 
 

Comentários