Com reforços, Luxemburgo busca alternativas táticas ao Vasco

Treinador enxerga no ex-jogador do Athlético-PR alguém capaz de desempenhar diferentes funções

Por Lance

O técnico Vanderlei Luxemburgo
O técnico Vanderlei Luxemburgo -
Rio - Na última entrevista coletiva antes da pausa no Campeonato Brasileiro, Vanderlei Luxemburgo afirmou que o Vasco contrataria jogadores versáteis. A chegada de Marquinho, pouco depois, daria a senha de que o treinador quer, para a sequência do Campeonato Brasileiro, opções de variação tática para a equipe cruz-maltina. E o retorno aos trabalhos indica mesmo um time que crie alternativas para arrancar na tabela.

Nas melhores fases de Luxa, era uma marca e um elogio feito até pelos jogadores que ele comandava: a capacidade de mudar o desenho tático do time durante a partida, dificultando a vida do adversário. No Cruz-Maltino, ele tem no meia recém-chegado e em Valdívia, destaque em atividades recentes, jogadores que podem ajudá-lo. E assim pretende fazer:

"Nos treinamentos que eu abri (para a imprensa), vocês têm visto que eu posso jogar com ele (Marquinho) aberto no losango, aberto na esquerda, com o Valdívia no losango... tudo isso eu tenho feito no treinamento. A "intertemporada" serviu para isso. O lateral é o Pikachu, o segundo é o Cáceres. O lateral-esquerdo é o Danilo, o reserva é o Henrique", explicou o treinador, após a vitória sobre o Atlético-GO, no amistoso da última quinta-feira.

Quando fala no "losango", Luxemburgo se refere ao desenho do meio-campo. No amistoso da última quinta, o volante Richard esteve mais recuado, dois jogadores estiveram à frente e um último foi posicionado próximo ao ataque. Era Marquinho, que atuou de forma praticamente inédita como "falso 9". Pela declaração do treinador, ele poderia atuar também no papel desempenhado por Raul e Marcos Júnior.

Quando "aberto na esquerda", seria na função exercida por Marrony. E houve inversão, pedida pelo treinador, durante o amistoso de quinta-feira. Neste sábado, diante do Foz do Iguaçu, o Cruz-Maltino teve oportunidade de novos testes. Valdívia, por exemplo, é meia de origem, quase sempre atuando pela esquerda. Com Luxemburgo, já atuou como centroavante.

Com Valdívia, com Marquinho, com ambos... com dois volantes, com três... em diferentes funções. O Vasco do segundo semestre promete fugir do óbvio para tentar surpreender.

Na última entrevista coletiva antes da pausa no Campeonato Brasileiro, Vanderlei Luxemburgo afirmou que o Vasco contrataria jogadores versáteis. A chegada de Marquinho, pouco depois, daria a senha de que o treinador quer, para a sequência do Campeonato Brasileiro, opções de variação tática para a equipe cruz-maltina. E o retorno aos trabalhos indica mesmo um time que crie alternativas para arrancar na tabela.

Nas melhores fases de Luxa, era uma marca e um elogio feito até pelos jogadores que ele comandava: a capacidade de mudar o desenho tático do time durante a partida, dificultando a vida do adversário. No Cruz-Maltino, ele tem no meia recém-chegado e em Valdívia, destaque em atividades recentes, jogadores que podem ajudá-lo. E assim pretende fazer:

- Nos treinamentos que eu abri (para a imprensa), vocês têm visto que eu posso jogar com ele (Marquinho) aberto no losango, aberto na esquerda, com o Valdívia no losango... tudo isso eu tenho feito no treinamento. A "intertemporada" serviu para isso. O lateral é o Pikachu, o segundo é o Cáceres. O lateral-esquerdo é o Danilo, o reserva é o Henrique - explicou o treinador, após a vitória sobre o Atlético-GO, no amistoso da última quinta-feira.

Quando fala no "losango", Luxemburgo se refere ao desenho do meio-campo. No amistoso da última quinta, o volante Richard esteve mais recuado, dois jogadores estiveram à frente e um último foi posicionado próximo ao ataque. Era Marquinho, que atuou de forma praticamente inédita como "falso 9". Pela declaração do treinador, ele poderia atuar também no papel desempenhado por Raul e Marcos Júnior.

Quando "aberto na esquerda", seria na função exercida por Marrony. E houve inversão, pedida pelo treinador, durante o amistoso de quinta-feira. Neste sábado, diante do Foz do Iguaçu, o Cruz-Maltino teve oportunidade de novos testes. Valdívia, por exemplo, é meia de origem, quase sempre atuando pela esquerda. Com Luxemburgo, já atuou como centroavante.

Com Valdívia, com Marquinho, com ambos... com dois volantes, com três... em diferentes funções. O Vasco do segundo semestre promete fugir do óbvio para tentar surpreender.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia