Homenagens e presença de ídolos marcam o último adeus de Antônio Soares Calçada

Presidente mais vitorioso da história do Vasco é sepultado no cemitério São João Batista aos gritos de 'Casaca'

Por O Dia

Calçada com Dinamite (no alto) e com Bebeto, Luisinho e Eurico Miranda
Calçada com Dinamite (no alto) e com Bebeto, Luisinho e Eurico Miranda -
Rio - Simbólico e significativo, o grito de 'Casaca' marcou o último adeus ao ex-presidente Antônio Soares Calçada na tarde desta terça-feira. Cerca de 50 pessoas compareceram no enterro no cemitério São João Batista, entre eles o presidente Alexandre Campello e Julio Brant, principal opositor político do dirigente.
Presidente mais vencedor da história do clube, Calçada morreu na segunda-feira, aos 96 anos, em decorrência de complicações causadas por uma infecção intestinal.
Pela manhã, familiares, amigos, funcionários do clube, conselheiros e ex-jogadores marcaram presença no velório na capela Nossa Senhora das Vitórias. Roberto Dinamite, Mauro Galvão, Sorato e Andrade, ídolo do Flamengo, mas com passagem pelo Vasco sob a gestão de Calçada, acompanharam a cerimônia.
De luto, o Vasco retomou as atividades no CT do Almirante. Os jogadores treinaram de preto e a comissão técnica usou um símbolo de luto no uniforme. Antes do início do treino houve um minuto de silêncio.

Comentários