Homenagens e presença de ídolos marcam o último adeus de Antônio Soares Calçada

Presidente mais vitorioso da história do Vasco é sepultado no cemitério São João Batista aos gritos de 'Casaca'

Por O Dia

Calçada com Dinamite (no alto) e com Bebeto, Luisinho e Eurico Miranda
Calçada com Dinamite (no alto) e com Bebeto, Luisinho e Eurico Miranda -
Rio - Simbólico e significativo, o grito de 'Casaca' marcou o último adeus ao ex-presidente Antônio Soares Calçada na tarde desta terça-feira. Cerca de 50 pessoas compareceram no enterro no cemitério São João Batista, entre eles o presidente Alexandre Campello e Julio Brant, principal opositor político do dirigente.
Presidente mais vencedor da história do clube, Calçada morreu na segunda-feira, aos 96 anos, em decorrência de complicações causadas por uma infecção intestinal.
Pela manhã, familiares, amigos, funcionários do clube, conselheiros e ex-jogadores marcaram presença no velório na capela Nossa Senhora das Vitórias. Roberto Dinamite, Mauro Galvão, Sorato e Andrade, ídolo do Flamengo, mas com passagem pelo Vasco sob a gestão de Calçada, acompanharam a cerimônia.
De luto, o Vasco retomou as atividades no CT do Almirante. Os jogadores treinaram de preto e a comissão técnica usou um símbolo de luto no uniforme. Antes do início do treino houve um minuto de silêncio.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários