Vice-presidente de finanças do Vasco pede desligamento do cargo por motivo pessoal

João Marcos Amorim, do grupo político 'Cruzada Vascaína', pediu exoneração do cargo nesta sexta-feira

Por O Dia

Alexandre Campello
Alexandre Campello -
Rio - Vice-presidente de finanças do Vasco, João Marcos Amorim pediu exoneração do cargo nesta sexta-feira. De acordo com o 'Globoesporte.com', a saída se deu por um motivo pessoal. Ainda conforme informado pelo portal, o Conselho Diretor do clube ainda pode perder o vice-presidente da controladoria, Adriano Mendes.

João Marcos era integrante do grupo político 'Cruzada Vascaína', que ainda tem João Ernesto Ferreira na diretoria do clube, como vice-presidente de relações especializadas. Mesmo com a saída de João Marcos, o grupo segue apoiando a gestão Campello. Membro do grupo 'Desenvolve Vasco', Adriano Mendes é o braço-direito do presidente do clube.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários