Após pagamento do 13º, jogadores do Vasco vão dar entrevistas novamente

Antes da decisão pela saída de Abel Braga, o presidente Alexandre Campello já havia se reunido com os atletas no CT do Almirante e pediu que eles voltassem a falar com a imprensa

Por Lance

Alexandre Campello, presidente do Vasco
Alexandre Campello, presidente do Vasco -
Rio - O Vasco acertou, na última segunda-feira, a segunda parcela do 13º salário para jogadores e funcionários. Por isso, os atletas decidiram voltar a dar entrevistas após quase um mês em uma espécie de "lei do silêncio". Para o elenco, o clube deve agora os meses de janeiro e fevereiro. Alguns ainda recebem direitos de imagem, que não são pagos desde setembro de 2019.

Os funcionários ainda tem em aberto dezembro (para quem recebe acima de R$ 1,8 mil), férias, janeiro e fevereiro. Este último mês venceu no último dia 20, conforme acordo interno no clube. Para a Justiça do Trabalho, porém, já existe a dívida desde o quinto dia útil de março.

O único meio de comunicação dos jogadores com a torcida vinha sendo através das redes sociais. Mesmo com a parada no futebol por conta da pandemia do novo coronavírus, os atletas decidiram continuar esperando a situação financeira melhorar.

Antes da decisão pela saída de Abel Braga, o presidente Alexandre Campello já havia se reunido com os atletas no CT do Almirante e pediu que eles voltassem a falar com a imprensa. No entanto, nada foi feito na época.

Comentários