Ramon deixa Vasco com 56% de aproveitamento; torcedores e jogadores contestam decisão

Treinador não resistiu à derrota diante do Bahia

Por Lucas Oliveira

Ramon Menezes afirmou que seguirá torcendo pelo clube
Ramon Menezes afirmou que seguirá torcendo pelo clube -
Rio - A demissão de Ramon Menezes após a derrota por 3 a 0 diante do Bahia vem sendo bastante contestada internamente no clube e pela torcida do Vasco. O ex-meia teve ótimo início de Campeonato Brasileiro e chegou a liderar a competição após oito anos. No entanto, a equipe caiu de produção nos últimos seis jogos e deu lugar a questionamentos sobre o trabalho do comandante. A decisão pegou os jogadores de surpresa e causou revolta em parte do elenco vascaíno.
Enquete

Quem deve ser o novo treinador do Vasco?

 
 
 

Ramon Menezes foi anunciado pelo Vasco no dia 30 de março para substituir o contestado Abel Braga. Em pouco mais de seis meses de trabalho, o técnico teve 16 partidas disputadas: duas pelo Carioca, duas pela Copa do Brasil e 12 pelo Brasileirão. Ao todo, foram oito vitórias, três empates e cinco derrotas, com 56% de aproveitamento.
O próximo compromisso do Vasco será no próximo sábado, contra o maior rival, Flamengo. A bola rola às 17h (de Brasília), em São Januário, em jogo válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Galeria de Fotos

Ramon Menezes afirmou que seguirá torcendo pelo clube Rafael Ribeiro / Vasco
Ramon Menezes comandou o Vasco em 16 jogos e sai do clube com oito vitórias, três empates e cinco derrotas Rafael Ribeiro/ Vasco / Divulgação

Comentários