Jesualdo Ferreira - Divulgação
Jesualdo FerreiraDivulgação
Por O Dia
Publicado 16/10/2020 13:32 | Atualizado 16/10/2020 13:33
Rio - Ricardo Sá Pinto chega ao Vasco com a função de tirar o time do mal momento que vive e retornar para parte de cima da tabela. No entanto, o português pode ter dificuldades de trabalhar no Brasil, como teve seu conterrâneo Jesualdo Ferreira, quando assumiu o Santos.
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO VASCO
Em entrevista ao "globoesporte.com", o treinador de 74 anos desejou sorte ao Sá Pinto e destacou que o Brasil é o lugar mais difícil para se trabalhar.

"Sá Pinto vai encontrar essa realidade no Vasco. Como é que é o Sá Pinto, que nunca veio ao Brasil? Eles (dirigentes) conhecem? Quando chega, querem ver resultado imediatamente e o tempo é muito curto. Para mim, a dificuldade maior é não haver tempo para trabalhar. Tempo e paciência. Ninguém tem", comenta o treinador.

"Para mim, é o lugar mais difícil para treinar que há. O futebol brasileiro é o mais difícil de todos no mundo. Pela exigência que há e pela falta de tempo pra trabalhar", resumiu.

Jesualdo chegou ao Santos no dia 9 de janeiro e ficou no cargo até o fim de junho. Foram 15 jogos à frente do Peixe: seis vitórias, quatro empates e cinco derrotas (aproveitamento de 48,8%).