Técnico Sá Pinto tem novo reforço - Roberto Rosendo / Vasco
Técnico Sá Pinto tem novo reforçoRoberto Rosendo / Vasco
Por O Dia
Rio - Dentre os inúmeros problemas que o Vasco vem sofrendo durante a temporada, dois deles chamam mais a atenção: o baixo rendimento de Talles e a insuficiência no ataque. Porém, o técnico Ricardo Sá Pinto já tem ciência disso e estuda como corrigi-las. Para isso, o técnico português está estudando a possibilidade de uma mudança no esquema tático de forma que possa potencializar Talles, a quem ele quer transformar em um jogador "desequilibrador".
Em entrevista ao Canal 11, de Portugal, o treinador falou sobre a possibilidade de escalar Talles mais como um 9, centralizado no ataque.
Publicidade
"O Talles tem como preferência inicial jogar do lado esquerdo. Eu tive a preocupação, obviamente, de querer saber a preferência dele e dos outros jogadores. Mas eu concordo que é na frente que ele realmente é um talento, um diamante a ser lapidado. Tem uma qualidade técnica excepcional, mas ainda não pensa o jogo, não interpreta o jogo como queremos. Portanto, ainda não consegue desequilibrar no último terço como poderia com o talento que tem. Temos de ajudá-lo a tornar-se um jogador desequilibrador. Por ora, ele tem a bola, dribla um ou outro e faz uma assistência ou outra. Com a qualidade dele, tem de fazer mais e fazer mais gols. É o que queremos. Para isso, tenho de fazer algumas ações para que ele tenha mais liberdade no último terço", afirmou o técnico.
Durante todo 2020, Talles tem atuado como ponta esquerda, tanto com Abel Braga, tanto com Ramon Menezes. Ambos os treinadores utilizavam de um esquema 4-4-3. Quando Alexandre Grasseli assumiu o time, interinamente, mudou a posição do jogador, que passou a jogar de segundo atacante, ao lado do artilheiro Cano, em um esquema de 4-4-2. Mesmo com essa mudança, continuou apresentando um futebol abaixo do esperado, apesar disso, é líder do time no quesito assistências, deu cinco.
Publicidade
O português apenas comandou o time cruzmaltinho em duas oportunidades. Ele ainda não pôde contar com as estrelas Benítez e Cano, por problemas musculares, então utilizou de Marcos Junior e Vinícius em um 4-4-3. Na derrota para o Corinthians, o Vasco melhorou só no segundo tempo, com Talles mais centralizado e dando passe para o gol de Ribamar.
O desafio a Sá Pinto agora é encontrar a melhor maneira de fazer o time jogar. O treinador ainda não disse qual esquema pensa em implantar, mas afirma que o atual não potencializa as qualidades individuais.

"O que ocorre é que o time tem muitos jogadores novos e não há um equilíbrio neste plantel. Os melhores e mais experientes jogadores não estão sendo potencializados neste sistema, e acho que provavelmente podemos passar para outro, assim acredito que posso aproveitar melhor a qualidade de todos. Para isso, é preciso de tempo, não posso mudar tudo em apenas três dias. Agora está identificado claramente onde cada um rende mais. Eles estão habituados a jogar nesse esquema, mas há um desconforto. Não há hoje uma harmonia e um equilíbrio entre o atual sistema tático e a qualidade dos jogadores. É um desafio que tenho pela frente", comentou Pinto.
Publicidade
Neste final de semana, o Vasco não tem partida marcada pelo Brasileirão. No momento o time está na zona de rebaixamento, amargando a 17ª posição, com 18 pontos e duas partidas a menos. Na quarta, enfrenta o Caracas, da Venezuela, em São Januário, a partida é válida pelo jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana.