Romário (E) concedeu coletiva ao lado de Leven Siano - Reprodução
Romário (E) concedeu coletiva ao lado de Leven SianoReprodução
Por MH
Candidato mais votado na eleição presidencial do Vasco, pleito realizado no último sábado, em São Januário, o advogado Leven Siano revelou nesta segunda-feira ter três cartas de intenção de crédito que totalizam 800 milhões de euros, cerca de R$ 5 bilhões, para investimentos no clube durante o seu mandato. A eleição, no entanto, foi suspensa pelo Superior Tribunal de Justiça na noite de sexta. Além disso, uma nova votação foi marcada para o dia 14 de novembro, no formato online.


"Abrimos três linhas de crédito para o Vasco: uma de 200 milhões de euros, outra de 212 milhões de euros e outra de 400 milhões de euros. Eu poderia ter usado isso politicamente como campanha e preferi apresentar para o vascaíno esse projeto que dei para todos", destacou Leven Siano, que prometeu outras surpresas para o ano que vem.

"Nós encontramos os recursos para fazer o Vasco voltar a ser o maior clube de futebol da América do Sul. Nós teremos capacidade de pagar as nossas dívidas, fazer um time forte muito melhor do que o Flamengo para o ano que vem", prometeu.
Publicidade
Ao lado do senador federal Romário e de Nilton Maia, eventual diretor financeiro caso ele seja eleito, Leven também afirmou que nesta próxima terça-feira vai pedir ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a reconsideração da decisão que suspendeu o pleito no sábado, horas antes do fim da votação.
Você pode gostar