Com futebol de qualidade, Benítez caiu nas graças da torcida  - Carlos Gregório Jr / Vasco / Divulgação
Com futebol de qualidade, Benítez caiu nas graças da torcida Carlos Gregório Jr / Vasco / Divulgação
Por O Dia
Rio - A situação envolvendo a permanência do meia argentino Martín Benítez parece estar se complicando para o Vasco. Sem uma definição do futuro presidente do clube carioca, a tendência é que o jogador retorne para o Independiente, após o fim do contrato de empréstimo com o Cruzmaltino que se encerra no fim do mês. O clube argentino tem o interesse de negociar o meia, que tem propostas de outros clubes, inclusive do Brasil.
LEIA MAIS: CONFIRA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O VASCO

De acordo com informações do repórter da Band, Lucas Pedrosa, a possibilidade maior de permanência do jogador é se o presidente do Vasco, Alexandre Campello, decidir tomar a decisão de fechar a contratação, independente de quem vier a ser o próximo mandatário do clube. Caso isso não aconteça, o jogador deverá voltar para o Independiente.
Publicidade
Com duas eleições no mês passado, o Vasco pode ter o seu futuro político decidido somente no começo do ano que vem. O Independiente que tinha um acordo apalavrado com Campello já dá sinais de impaciência com o impasse político do Cruzmaltino. O diretor esportivo do Independiente, Jorge Damiani, ameaçou negociar Martín Benítez com outro clube, caso não aconteça uma resposta cruzmaltino até a próxima semana.
"Não existe a possibilidade de ampliar o empréstimo. Se na próxima semana não houver novidades do Vasco, o Independiente começa a negociar o Martín Benítez com os outros clubes interessados", afirmou em entrevista ao canal do YouTube "Detetive vascaínos".
Publicidade
O Independiente e o Vasco firmaram um acordo sobre a contratação do jogador em definitivo no valor de quatro milhões de dólares (cerca de R$ 21 milhões). No entanto, esse acerto foi firmado com o presidente Alexandre Campello e faltou ao Cruzmaltino dar as garantias financeiras de que poderá arcar com o valor.
Sem definição sobre quem será o futuro presidente do clube carioca, a negociação entrou em compasso de espera. O contrato de empréstimo do argentino com o Vasco vai até o final da temporada.