Vanderlei Luxemburgo e o auxiliar Maurício Copertino estão de volta à Colina - Divulgação
Vanderlei Luxemburgo e o auxiliar Maurício Copertino estão de volta à ColinaDivulgação
Por O Dia
Rio - Vanderlei Luxemburgo topou o desafio e será o técnico do Vasco, inicialmente, até o fim do Campeonato Brasileiro, em fevereiro. A exemplo de 2019, Luxa assume o Cruzmaltino na zona de rebaixamento, no entanto, terá apenas 12 rodadas para evitar a quarta queda do clube para a Série B. Com 28 pontos, o Vasco ocupa o 17º lugar. O auxiliar Mauricio Copertino e os preparadores físicos Antônio Melo e Daniel Félix completam a comissão do novo comandante.
Após oficializar a demissão do português Ricardo Sá Pinto, com aproveitamento de apenas 33,3%, o pior entre os técnicos à frente dos três rebaixamentos do Vasco, a diretoria priorizou o acerto com Zé Ricardo, mas após dois dias de negociação, o treinador, que tem ofertas do exterior, declinou o convite nesta quarta-feira.
Publicidade
Em parceria, o presidente Alexandre Campello, que encerra seu mandato nesta quinta-feira, trabalhou com a futura gestão de Jorge Salgado, que teve a vitória na eleição confirmada pela Justiça, para acelerar o acerto com Luxa. A mágoa pela troca do Vasco pelo Palmeiras no início de 2020 foi deixada de lado. O temor pelo rebaixamento superou as rusgas e Luxa, empolgado pelo desafio, aceitou a convocação e comandará o Cruzmaltino pela segunda vez na carreira. 

Na primeira passagem, entre maio e dezembro de 2019, o treinador driblou a rejeição inicial da torcida e nos bastidores da Colina, por conta da identificação com o Flamengo, clube do qual é sócio e torcedor declarado, em com resultados mostrou a que veio. Após assumir a equipe no Z-4, o treinador garantiu a classificação para a Sul-Americana. Em 37 jogos, venceu 15, empatou 12 e perdeu dez.
O Vasco se reapresenta no sábado, dia 2 de janeiro, já sob o comando de Luxa deverá no CT do Almirante e com uma reformulação no departamento de futebol. O novo presidente, Jorge Salgado, oficializará a Alexandre Pássaro, ex-São Paulo, como gerente de futebol. O Atlético-GO será o próximo adversário do Cruzmaltino no Brasileiro, dia 7, em Goiânia.