Há seis rodadas sem vencer, o Vasco se aproximou de mais um melancólico rebaixamento para a Série B -  MARCELLO ZAMBRANA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO
Há seis rodadas sem vencer, o Vasco se aproximou de mais um melancólico rebaixamento para a Série B MARCELLO ZAMBRANA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO
Por O Dia
Rio - A situação do Vasco é cada vez mais delicada. Após o empate por 0 a 0 diante do Corinthians, que praticamente selou o quarto rebaixamento do Cruzmaltino, membros de torcidas organizadas foram ao estádio protestar contra o momento do time. Alguns funcionários foram atingidos por ovadas. As informações são do portal "globoesporte.com".
Publicidade
A delegação do Vasco retornou na noite deste domingo ao Rio de Janeiro. O Gigante da Colina tem chances apenas matemáticas de se manter na Série A. Além de vencer o Goiás, o clube precisa de uma derrota do Fortaleza para o Fluminense e tirar uma diferença de 12 gols de saldo.
Na tarde desta segunda-feira, o presidente Jorge Salgado vai se reunir com a cúpula do Vasco, em São Januário para traçar os planos do clube com o iminente rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro.