Marcelo Cabo enxerga evolução do Vasco em meio ao processo de reformulação
Marcelo Cabo enxerga evolução do Vasco em meio ao processo de reformulaçãoRafael Ribeiro/Vasco
Por O Dia
Rio - Com um misto de alívio pelo fim do jejum do Vasco no Campeonato Carioca e de satisfação pela evolução apresentada na vitória por 3 a 1 sobre o Macaé, nesta quarta-feira, em São Januário, Marcelo Cabo valorizou o primeiro triunfo à frente do Vasco, que saltou do penúltimo para o nono lugar com o resultado. A mudança de postura em relação ao últimos jogos foi determinante, pontuou o treinador. 
"O importante não foi só a vitória, mas o comportamento. Tivemos números expressivos. Foram 32 finalizações nossas contra 5 deles, 70% posse contra 30%. Sabíamos da dificuldade de jogar com adversário que joga com10 atrás da bola. O Macaé deu uma única finalização, uma bola parada que rendeu o gol. Hoje a equipe suportou melhor fisicamente. A vitória não foi construída de qualquer maneira, teve sabedoria, inteligência e entrega dos jogadores. Foi a primeira vitória de muitas", avaliou Cabo.

Com o Vasco em processo de reformulação e aberto para a chegada de reforços pontuais, o treinador ainda não contou com a força máxima, mas realizou testes importantes com a volta de medalhões como Léo Matos e Leandro Castan, mas são as promessas da base que estão roubando a cena no início do trabalho.
Publicidade
"Quero ressaltar a importância do Siston, técnico do sub-20, e de toda a categoria de base. Trabalhamos de forma integrada. Eu acompanhei a Supercopa e outros jogos. Agora, o mérito de trazer ele para o profissional é do relatório feito pela base. (Galarza) É promissor, mas precisamos ter calma. O gol de hoje ele costuma fazer nos treinos. É ambidestro, é jovem, precisamos de calma", analisou.

Incomodado pelo jejum de vitórias do Vasco, o treinador celebrou a sonhada primeira vitória à frente do projeto de reconstrução do clube, com foco na Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado ajuda a diminuir a pressão para a sequência do trabalho.

"Traz confiança ao trabalho. A gente tem convicção no que faz no dia a dia. Há uma alegria no vestiário. Tivemos de poupar hoje quatro jogadores, afinal, temos de pensar no médio e longo prazos. Mesmo assim, a equipe foi bem. É claro que temos de ter resultado no Carioca, o Vasco é grande e sempre vai tentar ganhar, mas precisamos entender o planejamento para o ano todo. E falo isso em uma vitória. Vamos descansar agora para continuar e buscar a segunda vitória", disse o treinador.