Por pedro.logato

Rio - O presidente do Vasco, Roberto Dinamite, saiu muito revoltado da reunião que teve com os representantes do Fluminense na sede da Ferj. Na pauta estava o posicionamento das torcidas no clássico de domingo, que marca a reabertura do Maracanã. Como acertou com o consórcio que administra o Maracanã, o torcida do clube das Laranjeiras passará a ter um lugar fixo no estádio.

Dinamite se irritou com decisão do FluminenseCarlos Moraes / Agência O Dia

Sempre acostumada a ocupar o lugar a direita das cabines de rádio, a torcida do Vasco terá que se deslocar para a esquerda no novo Maracanã, quando enfrentar o Tricolor. A posição irredutível do Fluminense irritou bastante o mandatário vascaíno.

"Boicote? É uma decisão do torcedor e tenho que acatar. Mas senti, como torcedor, nessa condições, se eu fosse optar, eu não iria para o jogo", disse o presidente.

Apesar de lamentar o ocorrido, Roberto prometeu lutar para que a partida de volta no Brasileiro aconteça em São Januário, estádio do Cruzmaltino.

"Foi feito um acordo. O Fluminense vai ter a renda praticamente toda. E o Vasco, na volta, em outubro, vai decidir se joga em São Januário, no Maracanã ou outro local", concluiu.

Você pode gostar