Por rafael.arantes
Publicado 27/07/2013 23:28 | Atualizado 27/07/2013 23:33

Rio - Para marcar o retorno de Juninho à São Januário e a estreia da nova camisa retrô, o Vasco garantiu a festa da torcida com uma vitória por 3 a 2 sobre o Criciúma, com direito a gol e assistência do Reizinho. Em duelo marcado pelo grande número de faltas e com todos os gols envolvendo lances de bola parada, o Gigante teve uma boa atuação, chegando a dominar grande parte do jogo, mas sofreu com as falhas do goleiro Diogo Silva ao ver os rivais empatarem a partida antes do decisivo gol de Edmílson.

Juninho comemora gol em São JanuárioMárcio Mercante / Agência O Dia

O jogo começou agitado. Tentando conquistar a segunda vitória consecutiva o Criciúma buscava parar o embalado Vasco com um grande número de faltas. Logo aos quatro minutos , Juninho Pernambucano acabou assustando a torcida quando sofreu uma leve torção no tornozelo, mas nem o fato foi suficiente para tirar o craque do jogo e, aos oito, o camisa 8 abriu o placar para os donos da casa cobrando falta.

Após o gol o Vasco aproveitou o embalo para seguir pressionando o Criciúma. Enquanto os visitantes tentaram responder com Wellington Paulista, Pedro Ken e Nei quase balançaram a rede para aumentar a vantagem dos donos da casa. Como resposta, o Criciúma ainda teve uma boa chance com Leandro Brasília, que acabou mandando para fora.

O número de faltas era o que mais assustava. Depois de marcar o primeiro após cobrança venenosa, Juninho quase fez o segundo gol ao bater falta no ângulo, mas vendo o goleiro Bruno defender. Pelo lado do Criciúma duas boas faltas podiam ajudar a equipe a igualar o marcador, mas as cobranças acabaram sendo sem sucesso. No fim da primeira etapa, o goleiro Diogo Silva ainda apareceu muito bem para evitar o empate do Criciúma ao defender chute de Cassiano, que colaborou com uma notável melhora dos visitantes nos minutos finais.

No segundo tempo o Vasco não conseguiu voltar com a mesma pegada que o início da partida, no entanto, o Cruzmaltino ainda conseguia criar boas chances ofensivas na Colina. Ainda com a grande quantidade de faltas sendo vistas, o Vasco voltou a aproveitar as bolas paradas. Desta vez, Rafael Vaz surpreendeu ao correr para a batida e acertou o ângulo do goleiro Bruno, que só olhou a bola entrar e balançar a rede.

Aos 16 minutos foi a vez do Criciúma aproveitar um lance de bola parada. Em cobrança de falta, Ivo chutou direto e contou com a falha de Diogo Silva para marcar o primeiro dos visitantes. O ritmo de jogo acabou diminuindo, o time de Santa Catarina tentava buscar o empate mas acabava esbarrando na marcação da equipe vascaína, que voltou a repetir a queda de produção do primeiro tempo.

Apagado no jogo, o Vasco voltou a sofrer com uma falha do goleiro Diogo Silva aos 26 minutos. Após cobrança de lateral, o arqueiro cruzmaltino afastou mal a bola, que sobrou para Wellington Paulista marcar de voleio e empatar o placar. No entanto, dois minutos depois o Criciúma fez nova falta perto da área e viu Juninho alçar a bola para Edmílson, que havia acabado de entrar no jogo, colocar o Vasco novamente em vantagem no placar.

Na parte final o jogo voltou a ter uma leve acelerada. No entanto, as equipes não conseguiram promover mais nenhuma alteração no placar. Com a vitória, o Vasco chega aos 13 pontos e deixa o Criciúma com os mesmos 10. Na próxima rodada, o Cruzmaltino vai enfrentar o Goiás, no Serra Dourada.

Você pode gostar