Cascata estraga a estreia e o retorno do Vasco a São Januário

Gigante da Colina só empata no primeiro jogo de 2014

Por fabio.klotz

Rio - A volta para casa não foi das melhores. Após quatro meses longe, atuando fora devido à punição do STJD e opção pelo Maracanã, o Vasco retornou para São Januário e amargou um empate com o Boavista por 1 a 1, neste sábado, na estreia no Carioca. Fellipe Bastos perdeu pênalti no segundo tempo.

Cascata deixou tudo igual em São JanuárioUanderson Fernandes / Agência O Dia

O começo até foi animador, com gol de Reginaldo. Porém, o Vasco apresentou problemas defensivos - o Boavista, dirigido por Américo Faria, ex-supervisor da seleção brasileira, incomodou em alguns lances e teve espaço em outros momentos. Depois, faltou poderio ofensivo ao Cruzmaltino para buscar a virada.

>>> FOTOGALERIA: As imagens do empate entre Vasco e Boavista

Na próxima rodada, nesta quarta-feira, às 19h30, o Vasco encara o Macaé no Moacyrzão. O Boavista joga na terça, às 17h, e recebe o Madureira.

O JOGO

O Vasco tomou a iniciativa e partiu para cima do Boavista. Aos cinco minutos, William Barbio avançou pela direita, mas preferiu cruzar em vez de chutar, na primeira chance de gol. Aos 10, Marlon, uma das caras novas do Gigante, cruzou e achou Reginaldo. O atacante bateu no canto e abriu o placar: 1 a 0. Foi o primeiro gol dele com a camisa cruzmaltina.

Reginaldo fez seu primeiro gol com a camisa do VascoUanderson Fernandes / Agência O Dia

O Boavista não sentiu o golpe e deu trabalho ao goleiro Diogo Silva (o reforço Martín Silva ainda não pôde jogar). Rômulo ganhou pelo alto e obrigou Diogo Silva a tirar em cima da linha. Depois, o goleiro defendeu dois chutes de Jéferson. O Vasco retomou o controle do jogo. Fellipe Bastos assustou em cobrança de falta. A resposta do clube de Saquarema foi com Gilcimar, mas a cabeçada dele foi para fora. O Cruzmaltino por pouco não ampliou. Edmilson acertou o travessão de Getúlio Vargas.

O Vasco teve duas chances de ampliar no começo do segundo. William Barbio não conseguiu alcançar cruzamento e Rodrigo viu Getúlio Vargas defender cobrança de falta. O Boavista não perdoou. Cascata avançou com liberdade e chutou no canto: 1 a 1.

Adilson Batista fez a primeira mudança. Ele colocou Thalles no lugar de Edmilson. Depois, Montoya entrou na vaga de William Barbio. Thalles desviou cruzamento e quase fez o segundo, a bola foi para fora, com perigo. O Cruzmaltino teve chance de ampliar. Montoya driblou o goleiro e se enrolou com a zaga. O árbitro Marcelo de Lima Henrique marcou pênalti. Fellipe Bastos cobrou, mas Getúlio Vargas defendeu. O Vasco até tentou, mas não chegou ao segundo gol e amargou empate no retorno a São Januário.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia