Por fabio.klotz

Rio - O técnico Adilson Batista espera contar com o apoio da torcida no jogo de volta da Copa do Brasil, quarta-feira, contra o Treze-PB, às 22h, em São Januário. Como a punição do STJD só vale para os jogos da Série B do Brasileiro, os jogadores poderão finalmente reencontrar a galera, o que não acontece desde 16 de abril, quando a equipe venceu o Resende por 1 a 0, em seu caldeirão.

Adilson Batista não se ilude com vantagem na Copa do BrasilDivulgação

“Gostaria de ter contado com a torcida no estádio no sábado. Estamos sentindo falta do calor humano deles, do incentivo aos atletas. Sabemos que o jogo requer cuidados e gostaríamos de contar com os torcedores aqui”, disse o treinador, que ficou encantado ao ouvir, depois da vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-GO, ainda no estádio, o canto da torcida que acompanhou o jogo do lado de fora devido à punição do STJD.

Além de contar com o seu 12º jogador, o Vasco poderá perder por até um gol para se classificar, pois venceu o primeiro jogo em Campina Grande por 2 a 1. Apesar da vantagem, o técnico exige concentração total para não dar nenhuma chance para a zebra rondar São Januário: “O Vasco já ganhou a Copa do Brasil. Temos essa segunda partida e depois tem uma parada. Vamos encarar com seriedade o jogo, porque é muito importante avançar na competição.”

O time terá novamente desfalques. Rodrigo, Guiñazu, Edmilson, Pedro Ken, Bernardo e Everton Costa ainda não vão jogar. E os novos contratados - Fabrício, Guilherme Bitteco, Anderson Salles e Rafael Silva - dependem da regularização da CBF para poder entrar em campo.

Você pode gostar